PUBLICIDADE

Qual é o preço correto para se sentir em paz com você mesmo

Valor financeiro ou emocional? Você é quem deve analisar a prioridade!

Uma pergunta que me fazem com freqüência é quanto custa a terapia. A resposta poderia estar no preço cobrado em cada uma das minhas sessões multiplicado pelo número de sessões previstas para cada caso.

A Psicologia é uma ciência que faz parte das Ciências Humanas. Voltando ao parágrafo anterior, observe os termos custo, número, preço, caso e multiplicação. Estes termos soam humanos para você? Nem para mim!

As queixas, no consultório, sempre remetem a situações emocionais atuais: tenho medo de sair de casa , sou inseguro demais , brigo muito com meu marido, com minha esposa, com meus filhos e assim por diante. Mas, embora sejam questõesdo dia-a-dia, o sofrimento está intimamente relacionado à história emocional de cada um. Sabemos de que forma aprendemos a ler e a escrever, a fazer cálculos matemáticos. Mas não temos idéia de que maneira ocorreu o aprendizado emocional. Daí a dificuldade de medirmos quanto tempo leva um tratamento de psicoterapia e, conseqüentemente, seu preço.



Costumo dizer que uma psicoterapia tem um preço alto. Mas não vejo somente a questão financeira. O preço: comparecer às sessões semanalmente, estar disposto a mudar formas de responder emocionalmente, que, apesar de não estarem funcionando muito bem, são as habituais.

Mudar é uma escolha, exige esforço.


Tudo isto somado pode parecer um investimento alto. Muitas coisas vão mudar e, sim!, pagamos um preço pelas mudanças pessoais, de relacionamentos e da nossa forma de ver a vida. Mas, afinal de contas, se a sua forma de ser estivesse dando tão certo até o momento, você estaria buscando a psicoterapia?


Por outro lado, se você estivesse procurando um cardiologista para uma cirurgia no coração, não iria querer o melhor cirurgião, ou ao menos um de renome? Afinal, seria o seu coração nas mãos dele! A psicoterapia faz também uma cirurgia: na alma. Você também não procuraria um profissional bem qualificado?


Além do mercado, o cálculo do custo de uma sessão envolve o quanto o profissional investe em seu aperfeiçoamento. Todo profissional, para que possa refinar a arte do ofício, deve estar sintonizado com o que há de mais atual. O retorno? O que buscamos nos dias de hoje: mais qualidade de vida.

Pense nisso!



Sylvia Sabbato é Psicóloga formada pela Universidade São Marcos, especializada em psicodrama pelo Instituto Sedes Sapientiae, atendimento individual ou em grupo de adultos


Para mais informações: (11) 4506-6620 ou acesse: www.sylviasabbato.psc.br