PUBLICIDADE

O isolamento social pode estar prejudicando seu sono

Dormir mal pode levar a mau humor e até ansiedade; veja como evitar estes sintomas

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Por GoodStudio / Shutterstock
Por GoodStudio / Shutterstock

Por Dr. Rondó, cirurgião vascular de formação com ampla expertise em Nutrologia

Hoje tenho uma pergunta muito importante para lhe fazer. Nesses tempos de isolamento social, você está dormindo bem? Ou tem sentido piora no sono? Essa última opção tem sido uma reclamação de muitas pessoas. As mudanças de hábitos causadas por passar mais tempo em casa devido à COVID-19 tem acertado em cheio na qualidade de sono de alguns.

O grande problema é que nem todos percebem o que está ocorrendo. Por isso o alerta! Veja só o que alguns pesquisadores de uma universidade australiana descobriram...

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Recentemente, publicaram um artigo na revista Sleep Medicine Reviews com os resultados de uma pesquisa que analisou os dados de mais de 350 mil adolescentes ao redor do mundo.

Segundo o estudo, as mudanças de humor nessa faixa etária, apesar de não serem algo anormal, podem ser piores por causa da má qualidade do sono. A pesquisa mostra que adolescentes que dormem mal podem ter:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A pesquisadora Michelle Sort faz o alerta: "A duração do sono prediz significativamente déficits de humor em todos os estados de humor, incluindo aumento da depressão, ansiedade e raiva".

Mas é aí que você me pergunta... "Ok, mas estamos falando de adolescentes... O que isso tem a ver com o isolamento social e com todas as pessoas em geral?" Calma, já vamos chegar lá. E tenho certeza de que você vai se identificar.

O sono e o uso de telas

Nessa mesma pesquisa, os cientistas alertam ainda para uma medida importante que os pais devem tomar. Provavelmente você já notou como os adolescentes passam bastante tempo em seus smartphones, computadores e outros dispositivos eletrônicos com tela.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pois é... Essas medidas passam por regular o uso desse tipo de aparelho. Quanto mais os usamos, mais estamos expostos à luz azul que eles emitem. Ela desequilibra nossos ciclos normais de sono. O normal biologicamente é que nosso corpo perceba a luz durante o dia e a escuridão durante a noite, nos induzindo a dormir.

Mas, se ficamos longos períodos recebendo esse tipo de luz em nossas retinas, em especial à noite, nosso organismo pode apresentar dificuldades para pegar no sono e ter qualidade no descanso. É o que ocorre muitas vezes com os adolescentes, sendo recomendável que os pais vigiem o uso abusivo das tecnologias.

O sono durante o isolamento

O que esses pesquisadores também alertam é que, nesses tempos de isolamento social, o tempo de tela tem aumentado de forma geral. Estando mais em casa, as pessoas acabam usando a maior parte de seu tempo livre nos smartphones, tablets e computadores.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Juntando esse aumento de exposição à luz azul com as mudanças de hábito impostas pela situação, o sono acaba sendo um dos principais prejudicados. Portanto, se esse é o seu caso, fique atento ao tempo que você passa em frente a uma tela.

Se aumentou, pode ser essa a causa daquela insônia que tanto lhe atrapalha. Procure por hobbies que possam ser feitos em casa, mas que não usem eletrônicos.

Não é algo difícil. Um bom livro ou mesmo aprender uma nova habilidade, como jardinagem, podem ajudar a passar o tempo sem ficar olhando diretamente para seu telefone durante horas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

E citei só duas opções. Tem muito mais! Use a criatividade e certamente você terá um dia mais produtivo e um sono melhor. Supersaúde!

Referências bibliográficas:

Dr. Rondó
Dr. Rondó

Dr. Rondó é médico, Cirurgião Vascular com ampla expertise em nutrologia. Especializou-se em Terapias Antioxidantes pelo The Robert W. Bradford Institute, nos EUA, e no Regenerations Zentrum Dr. Kleanthous Embh (Heideberg), na Alemanha. Graduado pela Faculdade de Santo Amaro em 1983. É membro e diplomado pelo American College of Advancement in Medicine. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de diversos livros. (CRM 47078)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)