PUBLICIDADE

Cleo Pires revela sofrer com vício em adrenalina e hiperatividade

Problema da atriz acarreta em uma grande dificuldade de concentração e manutenção do foco

cleo pires - Foto: Instagram
cleo pires - Foto: Instagram

Em uma entrevista à jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, a atriz Cleo Pires revelou sofrer com um problema que afeta diretamente o seu dia a dia e o seu estilo de vida. "Eu sou bastante inquieta. Tive um diagnóstico de hiperatividade e vício em adrenalina há uns anos. Estou pegando bem mais leve hoje em dia", disse ela.

"Em geral o hiperativo é desatento, não possui um bom desempenho na escola e tende a ter problemas com a leitura e outras tarefas acadêmicas. Frequentemente esse transtorno pode ser acompanhado de outros atrasos no desenvolvimento como dificuldade na fala e falta de habilidade (dispraxia). Em presença de comprometimento em múltiplos setores e presença de sofrimento e prejuízos, a hiperatividade será classificada como patológica. A hiperatividade pode se manifestar em qualquer idade e sexo embora a sua prevalência seja maior nos meninos", explica a psiquiatra Evelyn Vinocur.

Já o vício em adrenalina já fez Cleo se aventurar de muitas formas, principalmente em esportes radicais. "Tenho uma personalidade com bastante tendência a vícios e, com a maturidade, aprendi a lidar com isso de uma maneira melhor. O importante é a superação e a compreensão dos vícios. Já tive a fase de esportes radicais, de dar 'cavalo de pau' no jet ski, bungee jumping, etc. Mas entendi que isso não alimentava a minha alma. Era divertido, me dava uma satisfação imediata, mas logo passava e eu ficava querendo cada vez mais. Alimentar vício é assim, um saco sem fundo", revelou a atriz.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sintomas de hiperatividade

A hiperatividade é um estado de atividade motora excessiva que pode se manifestar por sintomas de inquietação, nervosismo e movimentos excessivos onde as crianças estão sempre correndo, pulando e saltitando ao invés de andarem. É comum vê-las se esbarrando nas pessoas ou nos móveis, tropeçando, caindo e se machucando, pois quase sempre estão se colocando em lugares perigosos. Não raro, até para comer e ou assistir à TV o fazem de pé, andando de um lado a outro da casa. O sono costuma ser agitado, falam muito e mesmo dormindo giram o corpo na cama, podendo se tremer e balançar a perna para dormir.