1 pessoa perguntou:

Como praticar pompoarismo e quais os exercícios para começar?

  • Respondido em 27/02/2018
    Carmen Janssen Psicanálise - CRP 0000000000/AC
    especialista minha vida
    Olá,

    Eu costumo ensinar de maneira individualizada, pois cada pessoa tem força diferente e maior ou menor conhecimento do próprio corpo. Mas, para a maioria, os exercícios abaixo costumam ser simples.

    Antes de mais nada é preciso esvaziar a bexiga para evitar a retenção de urina, o que poderia desencadear infeções urinárias.

    A medida que fizer as contrações, procure respirar normalmente.

    1 - Sente-se, confortavelmente, em uma cadeira com as pernas separadas, de maneira que você sinta a vulva encostada na cadeira. Essa postura vai permitir que você se concentre nos músculos pélvicos e, ao mesmo tempo, impedir que você contraia os músculos internos da coxa. Isso vai ajudar a aumentar a percepção da musculatura que você vai trabalhar.

    Contração isotônica (contrai-relaxa): contraia o períneo, sugando-o com força ‘média’, em seguida relaxe.

    Faça três séries de dez contrações, descansando 15 segundos entre cada série.

    Se você é iniciante, repita esses exercícios, uma vez ao dia, no mínimo, por duas semanas antes de ir para o seguinte.

    2 - Tendo maior conhecimento da musculatura, você vai contrair com a mesma força ‘média’. Mas, agora você vai segurar o períneo contraído, contar até três e relaxar.

    Faça três séries de dez contrações, descansando 30 segundos entre cada série.

    Repita os exercícios, uma vez ao dia, no mínimo, por duas semanas antes de ir para o seguinte.

    3 - Repita o exercício 1, mas agora faça contrações rápidas, como uma palpitação.

    Faça três séries de 15 repetições. Descanse 15 segundos entre elas.

    Se achar difícil e perder o controle das contrações, volte a exercitar as séries anteriores por mais algumas semanas e quando tiver maior controle sobre a musculatura pélvica, retome este último.

    Com o tempo, combine os três exercícios. Pratique de cinco a dez minutos por dia.

    Deseja ter bons resultados? Então, pratique todos os dias. Procure associar a prática a alguma atividade diária que você já faz, por exemplo, na hora do banho, quando estiver passando fio dental ou dirigindo. Dessa forma, os exercícios se tornarão um hábito saudável em sua vida para sempre.

    PUBLICIDADE