PUBLICIDADE

Bebidas açucaradas são principais responsáveis por ganho de peso na infância

Refrigerantes, sucos de caixinha e isotônicos devem ter o consumo limitado

Um estudo pulicado nesta terça-feira (12) no American Journal of Preventive Medicine aponta que bebidas açucaradas, como refrigerantes, sucos de caixinha, isotônicos e quaisquer outros líquidos com alta concentração de açúcar, podem ser os principais responsáveis por dietas hipercalóricas na infância. Além disso, crianças que consomem esse tipo de bebida são mais propensas a consumir alimentos pouco saudáveis. A descoberta foi feita por pesquisadores do Departamento de Nutrição da University of North Carolina, nos Estados Unidos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A pesquisa foi baseada em dados de 2003 a 2010 de uma pesquisa nacional chamada What We Eat in America. Por meio de uma amostra de 10.955 crianças e adolescentes com idades entre dois e 18 anos, foi possível avaliar os hábitos alimentícios em três faixas de idade: dos dois aos cinco anos, dos seis aos onze anos e dos 12 aos 18 anos de idade.

Os resultados mostraram que bebidas açucaradas eram as grandes responsáveis pelo consumo excessivo de calorias nas crianças com idades entre dois e 11 anos. Entre o grupo com idades entre 12 e 18 anos, isso também foi observado, mas somente quando o consumo de bebidas açucaradas ultrapassava 500 calorias por dia. Além disso, consumir muito refrigerante e suco de caixinha foi relacionado a uma alimentação mais calórica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para o autor, o estudo é um alerta para os pais, que são os principais responsáveis por ensinar bons hábitos alimentares para seus filhos. Embora sejam gostosos, pizzas, bolos, biscoitos e batatas fritas devem ter o consumo limitado.

Bons hábitos alimentares previnem a obesidade infantil

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Que tal ensinar bons modos há mesa para seus filhos? Isso evita o ganho de peso na infância, prevenindo problemas como a obesidade infantil. Veja algumas dicas a seguir:

Hora certa de comer - Getty Images
Hora certa de comer - Getty Images

A criança deve comer cinco ou seis refeições (café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia) em locais apropriados e horários pré-estabelecidos.

Guloseimas - Getty Images
Guloseimas - Getty Images

As guloseimas não devem ser proibidas, mas sim oferecidas em porções controladas, por exemplo, um pacotinho com três bolachas recheadas. Não se esqueça de não deixar as guloseimas ao alcance da criança.

Doces - Getty Images
Doces - Getty Images

Evitar consumo excessivo de salgadinhos, frituras, refrigerantes, doces e guloseimas em geral, limitando o uso destes a 1x/semana no máximo.

Legumes e crianças - Getty Images
Legumes e crianças - Getty Images

Sempre tenha em casa legumes, verduras, salada, frutas, iogurtes, cereais matinais e sucos naturais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Refeições fracionadas - Getty Images
Refeições fracionadas - Getty Images

Ajude as refeições fracionadas a virar rotina do seu filho, diminuindo assim o volume dos alimentos ingeridos nas refeições principais.

Saladas - Getty Images
Saladas - Getty Images

Estimule o uso de saladas cruas. Para torná-la mais atrativa acrescente complementos como kani kama, atum ou queijos magros. Uma boa dica é montar pratos de saladas bem coloridos e variados, ou seja, que sejam atrativos para as crianças.

Produtos integrais - Getty Images
Produtos integrais - Getty Images

Passe a usar mais produtos integrais, diminuindo a quantidade dos refinados.

Comer bebendo suco - Getty Images
Comer bebendo suco - Getty Images

Substitua os refrigerantes por sucos naturais e não deixe que a ingestão de líquidos junto às refeições, seja maior que 250 ml.

Açúcar em bebidas - Getty Images
Açúcar em bebidas - Getty Images

Procure não adoçar sucos, deixe que a criança crie o hábito em não precisar deste complemento nada saudável ao suco.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Doces como recompensa - Getty Images
Doces como recompensa - Getty Images

Nunca use doces e guloseimas como recompensas.

Comer vendo TV - Getty Images
Comer vendo TV - Getty Images

Evite que as refeições sejam feitas em frente à TV ou computador.

Repetir o prato - Getty Images
Repetir o prato - Getty Images

Não insista que a criança raspe o prato, caso já esteja satisfeita e evite o hábito de repetir mais um pouquinho.

Elogie seu filho - Getty Images
Elogie seu filho - Getty Images

Elogie seu filho ao perceber que ele está levando a sério sua nova maneira de se alimentar. Também ofereça prêmios a cada nova conquista! (Mas o prêmio não pode estar ligado a alimentos).

Quantidade de alimentos - Getty Images
Quantidade de alimentos - Getty Images

Diminua gradativamente a quantidade de alimentos, se esse for o motivo do ganho de peso.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Fast food saudável - Getty Images
Fast food saudável - Getty Images

Se for comer em fast-foods (no máximo uma vez por semana), ajude seu filho a escolher opções saudáveis. Por exemplo, um suco de fruta no lugar do refrigerante. Ou comida japonesa em vez da pizza e do hambúrguer.

Criança no supermercado - Getty Images
Criança no supermercado - Getty Images

Leve a criança ao supermercado ou hortifruti para que desperte a vontade e escolha opções saudáveis de alimentos.