PUBLICIDADE

Disciplina é importante na Páscoa das crianças

Porções adequadas de chocolate e brinquedos seguros garantem o bem-estar deles

A ansiedade é enorme por parte das crianças que esperam o dia em que um certo coelhinho da Páscoa passa para deixar os ovinhos de chocolate. Os pais escolhem os chocolates a dedo. Mas, muitas vezes, a guloseima pode trazer surpresas desagradáveis para o bem-estar da garotada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O pediatra e nutrólogo, Fábio Ancona Lopez, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) explica que o grande problema é a quantidade ingerida do alimento. "O chocolate é altamente calórico. Nele, há substâncias estimulantes capazes de gerar a falta de sono na criança.

Além disso, o corante e o cacau usados no produto também podem provocar reações alérgicas na pele, deixando-a vermelha e irritada".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Fotos: Getty Images
Fotos: Getty Images

Controle as quantidades

Para não prejudicar a saúde dos pequenos, o ideal é distribuir pequenos pedaços do chocolate às crianças ao longo dos dias, evitando que comam tudo de uma vez só. Caso elas recebam de presente muitos chocolates, guarde-os para ir entregando aos poucos, sempre observando a data de validade do produto. "30 gramas de chocolate por dia é uma quantidade que não trará problemas", afirma o especialista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"O ideal é distribuir pequenos pedaços do chocolate às crianças ao longo dos dias".

Os pais dos pequenos com diabetes devem seguir os mesmos cuidados especiais do dia a dia, respeitando as restrições ao açúcar e optando pelas versões dietéticas. "Quanto ao número de lactose presente em um ovo pequeno de chocolate (50g), não chega a ser agressivo a uma criança que tem intolerância. Mas é bom evitar", diz Fábio.

Outro alerta aos pais é em relação à versão light e diet dos chocolates da Páscoa. Não convém trocá-los pelos normais, mesmo que eles contenham menos ou nenhum açúcar, porque a gordura é maior. O importante é ter disciplina e não amolecer quando eles fizerem aquela carinha de quero mais.

Recheio divertido

Se o chocolate já faz a cabeça das crianças o ano inteiro, os brinquedos e os apetrechos que acompanham os ovos fazem a alegria da garotada. Mas o cuidado com os objetos surpresas, que vem dentro do produto, é imprescindível.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Geralmente, os brinquedos são pequenos e podem conter peças fáceis de serem soltas, tornando-se um meio fácil para acidentes. "Se acontecer de a criança engolir uma peça, por exemplo, deve ser levada ao hospital", diz o pediatra.

Os pais também devem checar se o produto possui o selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial) e a frase: "Contém um produto ou brinquedo certificado pelo Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade".

A marca de conformidade do Inmetro assegura para o consumidor que os produtos passaram por ensaios e atendem a norma de segurança do brinquedo. Feito isso, a Páscoa da garotada tem tudo para ser um sucesso.

Fotos: Getty Images
Fotos: Getty Images

Páscoa da garotada