PUBLICIDADE

Como preparar seu filho para sair da adolescência

O papel dos pais na adolescência é permitir que ele conquiste a independência e a construção da personalidade

A adolescência, por definição da Organização Mundial da Saúde, compreende as idades entre 10 e 20 anos incompletos. Esse período serve como um treinamento para a idade adulta, sendo caracterizado pela busca da personalidade e da independência.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Atualmente percebe-se um alargamento dessa fase, ao ponto de se sugerir que a adolescência seja estendida até os 25 anos, baseado na percepção de que antes dessa idade não há maturidade física e emocional completas.

Do ponto de vista fisiológico, hoje sabemos que o córtex pré-frontal é a última parte do cérebro a amadurecer e que isso só acontece por volta dos 25 anos, sendo essa região responsável pela tomada de decisões, controle de impulsos, capacidade de organização e planejamento do futuro.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já do ponto de vista psíquico e pessoal, espera-se que o adulto tenha sua formação profissional completa, independência financeira e emocional, condições de se sustentar por conta própria e gerir sua própria casa. Nos dias de hoje isso tudo tem acontecido mais tardiamente, o que, para muitos, significa um prolongamento da adolescência.

Mas como preparar os nossos adolescentes para saírem da adolescência? O papel dos pais nessa fase é permitir que ela seja vivida de modo a atingir seus objetivos finais, ou seja, a independência e a construção da personalidade de cada um. Devem proporcionar, aos poucos, a autonomia do adolescente e permitir que ele vá, lentamente, tomando posse de sua vida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Faz parte do processo de crescimento e amadurecimento o afastamento progressivo dos pais, a aproximação do grupo dos amigos e a vivência de novas experiências. É preciso entender que esse é o caminho para a maturidade e permitir que esse processo natural aconteça, sob medida.

Prender demais os filhos, mesmo que com a boa intenção de protegê-los, não os prepara para a vida real dos adultos. Assim como exagerar na liberdade, pois podem ainda não estar totalmente preparados para lidar com ela, aumentando as chances de se colocarem em situações de risco.

Ninguém se torna autônomo da noite para o dia. Esse é um processo lento, que vai sendo adquirido aos poucos, com a ajuda - ou permissão - dos adultos. Não existe fórmula mágica para o sucesso, mas algumas atitudes podem ser de grande valia, tais como:

Esse é o grande desafio dos pais, que devem começar seus trabalhos já na primeira infância, com amor e atenção, sem deixar de lado a educação. Dar limites com carinho, deixar cair e acolher depois, empurrar para os desafios da vida, aos poucos, acompanhando de perto as conquistas e as derrotas, oferecendo colo quando preciso e comemorando juntos as vitórias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ele bateu as asas? Missão cumprida.