PUBLICIDADE

Bebê de 1 ano e 2 meses: a importância da rotina regrada

Pediatra recomenda a autonomia como o objetivo da educação infantil

Com um ano e dois meses, o bebê já consegue comer sozinho e é muito importante que os pais permitam que ele assuma essa tarefa. A pediatra Talita Rizzini cita a frase de Maria Montessori: "Nunca ajude uma criança em algo que ela acredita que pode fazer sozinha".

A pediatra recomenda que esse pensamento seja aplicado não somente na alimentação, mas em todas as atividades da criança. Segundo ela, a autonomia deve ser objetivo da educação infantil desde o nascimento.

Nessa idade, a criança já deve seguir a alimentação da família, com o mínimo possível de alimentos industrializados e ultraprocessados. A avaliação pediátrica de rotina ajudará a acompanhar o desenvolvimento do bebê, para saber se sua alimentação está sendo adequada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"O peso e a altura são parâmetros para analisar se a quantidade de alimento está adequada. No diário alimentar, o pediatra consegue dados sobre a qualidade das refeições", explica a especialista.

Além de balanceadas, a pediatra recomenda que as refeições aconteçam em horários pré-estabelecidos, em ambiente adequado e preferencialmente acompanhada da família ou do cuidador que se alimente junto com a criança, sem distrações como telas, por exemplo.

É importante que a rotina do bebê seja regrada, pois a previsibilidade do dia a dia permite que a criança se sinta segura no ambiente que está. Além disso, com a rotina começa também a internalização de regras, e é a partir das repetições que acontecem os aprendizados.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)