PUBLICIDADE

Bebê de 2 anos: comportamentos esperados para essa idade

Pediatra explica quais atitudes são esperadas para as crianças durante essa fase

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Por Young Nova / Shutterstock
Por Young Nova / Shutterstock

Com dois anos completos seu filho deixa de ser um bebê e se torna efetivamente uma criança em busca de sua independência. No entanto, de acordo com a pediatra do Hospital Santa Catarina Gláucia Finoti, ele ainda tem dificuldade de dividir objetos e atenção mas já é uma pessoa mais sociável em busca de sua própria identidade.

A pediatra aponta que, com tantas descobertas, essa fase também é marcada pela curiosidade e a imaginação bastante evidentes, gerando questionamentos infinitos sobre tudo e todos. Saiba quais são os comportamentos do seu filho esperados nessa idade:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Aos dois anos, a criança tem um melhor potencial de concentração. "Imagine um computador sem nenhuma informação sendo formatado aos poucos. Todo conteúdo é novo e assimilado da forma que escolhemos passar a informação. Com o início do aprendizado sobre causa e efeito consegue seguir regras e instruções simples e objetivas", explica a especialista.

Outro ponto em destaque é o vocabulário. Nessa fase a criança amplia cerca de 50 a 300 palavras diferentes e é capaz de utilizar verbos e adjetivos. Assim, já constrói frases com até quatro palavras de forma coerente. No entanto, como sua mente funciona muito mais rápido que a sua capacidade de verbalizar, é normal atropelar as palavras enquanto fala.

Durante esse período a criança descobre o que é capaz de fazer e por isso tende a ser mais inquieta, correndo, saltando e escalando tudo o que vê pela frente. "É uma criança com uma atividade motora bastante intensa. Mas, o pensamento abstrato começa a se desenvolver e faz de conta passa a ser uma das brincadeiras prediletas", finaliza Glaucia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)