PUBLICIDADE

Amamentar reduz risco de doença do coração, aponta estudo

Pesquisa americana descobriu um maior nível de "colesterol bom" em mulheres que amamentaram

Todo mundo sabe que o leite materno é saudável para os bebês. Entre as vantagens dos pequenos, estão a melhora do sistema imunológico e a prevenção de cólicas. Mas e para as mães? Uma pesquisa da Universidade de Pittsburgh descobriu que amamentar reduz o risco de ter doenças do coração.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Entre as mulheres que tiveram bons níveis de pressão sanguínea durante a gestação, aquelas que amamentaram por pelo menos seis meses tinham maiores níveis de colesterol bom (HDL) e menor nível de gorduras no sangue.

Neste grupo, também foi notada menor espessura média da artéria carótida. Isso promove a circulação de um sangue mais rico em oxigênio para o cérebro. As informações são do portal do jornal britânico Daily Mail.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"O aleitamento materno parece ser cardioprotetor nestas mulheres", explicou ao jornal a Dra. Malamo Countouris, que liderou o estudo.

A pesquisa analisou a saúde de 678 mulheres. A pressão sanguínea, os níveis de colesterol e de gorduras no sangue, o diâmetro e a espessura da artéria carótida foram medidas por um período que variou de 7 a 15 anos. As entrevistadas foram selecionadas por clínicas de todo o estado do Michigan, entre 1998 e 2004.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Das participantes, 157 nunca amamentaram, 284 amamentaram por até 6 meses e 133 por, pelo menos, meio ano.

Entre aquelas que já tinham problemas com pressão alta durante a gravidez, não foi encontrada diferença significativa nos parâmetros analisados.