PUBLICIDADE

Quanto mais refeições "para viagem" na dieta da criança, maior o risco de doenças cardíacas

Estudo mediu a saúde física e os nutrientes da dieta de quase 2000 estudantes e associou dados à frequência com a qual comiam pratos de restaurante

Comprar comida de restaurante "para viagem" é uma alternativa para aqueles dias em que não há tempo para cozinhar. O que um estudo britânico descobriu é que, se a frequência dessa opção é alta durante a semana da criança, há maiores riscos de ela desenvolver doenças cardíacas. Isso porque as crianças que comiam refeições de restaurante mais de uma vez por semana tinham dieta menos nutritiva e eram menos saudáveis do que a daquelas que quase nunca as incluía.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A pesquisa acompanhou a rotina alimentar de 1948 crianças entre 9 e 10 anos, além de questioná-las sobre a frequência de consumo das refeições "para viagem" e fazer exames físicos e de sangue. Os pesquisadores eram da Universidade de Londres, na Inglaterra.

Entre os resultados, o estudo descobriu que quanto maior a frequência de refeições de restaurantes na dieta das crianças, maiores os níveis de colesterol e o peso delas. Além disso, as crianças que consumiam essas refeições mais de uma vez por semana tinham maior ingestão de calorias em geral, gorduras e gorduras saturadas. Enquanto isso, era mais baixo o consumo de amido proteína e micronutrientes, como vitaminas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tornando o restaurante saudável

Os resultados do estudo podem refletir a qualidade nutricional da alimentação de restaurantes nas cidades de Londres, Birmingham e Leicester, onde ele foi feito. Mas é possível comer saudável mesmo comprando comida fora de casa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)