PUBLICIDADE

Especialistas discordam de estudo que diz que alimentos sólidos melhoram qualidade do sono em bebês

De acordo com pesquisa, introdução precoce pode fazer bebês dormirem mais

Recentemente o periódico científico JAMA - The Journal of the American Medical Association publicou um estudo no qual relata que os bebês dormem melhor quando começam a ingerir alimentos sólidos no início da vida.

De acordo com a pesquisa, bebês que começaram a ingerir sólidos a partir dos 3 meses apresentaram pequenas, mas significativas melhorias no sono noturno em comparação aos bebês que passaram pela introdução de alimentos sólidos mais tarde.

O estudo foi realizado com cerca de 1303 bebês de 3 meses, na Inglaterra, alimentados exclusivamente por meio de amamentação. Para a realização do estudo, os bebês foram introduzidos a 6 tipos de alimentos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo os pesquisadores, os bebês que receberam alimentação complementar ao aleitamento de forma precoce dormiram 16,6 minutos a mais aos 6 meses e 7 minutos a mais ao longo do estudo quando comparados aos bebês que não fizeram.

Opinião dos especialistas

É importante ressaltar que a de acordo com a Organização Mundial de Saúde e a Academia Americana de Pediatria, os bebês devem ser alimentados exclusivamente até os seis meses de vida. Após esse período, a introdução de alimentos sólidos pode ser realizada seguindo a orientação do pediatra.

A neonatologista Monica Carceles, da Pro Matre Paulista explica que o trabalho publicado não explica o motivo pelo qual a introdução de alimentação sólida faria os bebês dormirem mais. "Sabe-se que a digestão do leite materno é mais fácil e rápida do que a digestão de outros alimentos, incluindo leite de vaca".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Além disso, Monica explica que o consumo precoce de alimentos sólidos pode ocasionar maior risco de infecções. "Um trabalho de pesquisa científica não deve ser visto pela população como um novo caminho a ser seguido. Os trabalhos científicos precisam ser reproduzidos diversas vezes, com os mesmos resultados e depois analisados em conjunto antes de ser orientada uma mudança de conduta geral."

Ela completa dizendo que a divulgação de um trabalho científico para o público leigo pode levar à má interpretação dos resultados, com consequências indesejáveis, se não forem mostrados todos os aspectos. Os resultados iniciais de uma pesquisa podem não se repetir posteriormente ou podem revelar, mais tarde, efeitos nocivos não verificados no início.

Em nota, a Sociedade Brasileira de Pediatria disse que "ainda faltam conclusões definitivas de outros estudos que venham ou não confirmar os dados apresentados até o momento?. Além disso, a instituição ainda questionou se ?vale a pena expor a criança aos possíveis problemas causados em decorrência de uma introdução precoce de alimentos, como diarreia e infecções respiratórias, por conta de sete minutos a mais de sono por noite?".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A entidade pontua que é necessário que sejam oferecidas condições para que pais e mães possam dar suporte aos bebês, nesta fase da vida, e em todos os horários.

Importância do leite materno

Segundo Monica, até hoje as evidências científicas mostram que o leite materno exclusivo até os seis meses é a orientação mais saudável e mais segura para as crianças. ?O leite materno tem dezenas de fatores imunológicos e estes fatores têm sua ação diminuída ou anulada quando ingeridos com outros alimentos. Alguns destes fatores imunológicos facilitam o crescimento de ?bactérias boas? no intestino, que impedem o crescimento de bactérias que podem causar infecções. A flora bacteriana intestinal é muito diferente entre os bebês alimentados apenas com leite materno ou com alimentação mista. Outros componentes imunológicos do leite materno, como os anticorpos, impedem diretamente a instalação de infecções?.

Veja a seguir outros benefícios que o leite materno proporciona à saúde do bebê:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como melhorar o sono do bebê