Bebê nasceu com dente e precisou removê-lo com apenas 12 dias de vida

A mãe compartilhou que ficou mais assustada que a própria filha com a situação, que é vista por especialistas como rara

Por mais que seja raro, alguns bebês podem já nascer com dentes. Quando este é o caso, é recomendável que um especialista analise a fisiologia do pequeno, para saber se a extração será necessária. E isto aconteceu com Isla-Rose Heasman, uma menina de apenas 12 dias de idade.

A mãe da garota disse que não esperava levar a criança para o dentista em tão pouco tempo. Entretanto, a extração foi necessária pois o dente já estava mole, o que poderia causar algum acidente.

Para Jasmin, mãe de Isla-Rose, sua filha foi mais corajosa que ela, e nem chorou durante o procedimento. "Eu tive que sair da sala. Estava chorando porque não conseguia aguentar ver minha princesa com dor", contou em entrevista ao site BBC.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo os médicos do consultório dental Seven Trees Dental, Isla foi a paciente mais jovem que eles já atenderam. Ela ganhou até mesmo um adesivo por sua coragem. O normal, é que este procedimento precise acontecer quando o bebê já tem em média seis meses.

A associação dentária britânica afirma que apenas um entre dois mil bebês já nascem com dentes, e que estes não se mantém na boca dos pequenos, pois não há a formação de raízes consistentes.

Damien Walmsley, pesquisador da associação dentária britânica, explicou que esta condição pode levar a problemas na amamentação, assim como causar úlceras na língua do bebê. A criança também pode engolir os dentes, causando a perfuração dos pulmões. Entretanto, não há motivos para preocupar-se excessivamente, pois o último caso acontece de forma extremamente rara.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como aliviar o mal estar dos bebês durante a primeira dentição

A primeira dentição apresenta alguns sintomas claros, como irritação, falta de apetite, tentativa de morder tudo que estiver pela frente, incômodo para dormir, inchaço e sensibilidade na gengiva.

Para aliviar a indisposição e o mau humor dos bebês, os pais devem oferecer artigos de borracha que são apropriados para mastigação. Em alguns casos, quando a criança apresenta muita irritação, é aconselhável procurar o pediatra para avaliar se é necessário ou não o uso de analgésicos.

A alimentação e a rotina do bebê devem ser mantidas, porém alguns alimentos mais frios - como purê de maçã, iogurte de frutas, entre outros - ajudam no alívio da dorzinha.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outra dica bastante utilizada é usar gel analgésico na gengiva dos pequenos, sendo aplicados pelo dedo da mãe, seguindo de massagem para aliviar dores e coceiras. Isto, porém, deve ser feito com muito cuidado, para evitar que o anestésico atinja a garganta e, pela anestesia, provoque engasgos.

Para entender mais sobre como tornar este momento menos angustiante para o bebê, clique aqui.