4 em cada 10 crianças e adolescentes na internet já viram discriminação online

Preconceito mais percebido pelos internautas de 9 a 17 anos foi o racismo

Como seus filhos estão conectados na internet? O Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação lançou os resultados da pesquisa anual que analisa o uso da internet pelas crianças e adolescentes.

O estudo confirmou o aumento no uso frequente da internet pelas pessoas de 9 a 17 anos e aponta a tendência de queda no uso do computador e aumento de acesso por outros dispositivos como celular, TV e vídeo-games. Além disso, também descobriu que 4 em cada 10 crianças e adolescentes na internet já viram discriminação online.

A pesquisa, chamada TIC Kids Online Brasil 2017, descobriu que 85% das crianças e adolescentes (entre 9 e 17 anos) haviam usado a internet nos últimos 3 meses, enquanto 8% nunca usaram. Em 2016, o primeiro índice ficou em 82% e o segundo, em 10%.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em 2017, 93% acessavam pelo celular, contra 53% pelo computador. A pesquisa anterior mostrava 91% de acessos pelo celular e 60% pelo computador.

Discriminação online

Dos adolescentes e crianças que usavam a internet, 39% já viram alguém ser discriminado online. O número representa uma leve queda em relação a 2016, em que o índice batia 41%.

Os maiores motivos de preconceito relatados eram pela cor ou raça (26%), pela aparência física (16%), por gostar de pessoas do mesmo sexo (14%), pela religião (11%) e por ser pobre (10%).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por outro lado, apenas 8% relataram que se sentiam discriminados. O número é maior que em 2016, quando estava em 7%.

O cyberbullying é um problema que pode gerar problemas para a saúde mental durante toda a vida. Uma pesquisa publicada The British Medical Journal (BMJ), conduzida pela Universidade de Oxford, descobriu que um terço dos casos de depressão em jovens adultos está relacionado a casos de bullying.

A pesquisa analisou as informações sobre bullying e depressão de 3.898 jovens participantes de um banco de dado da Avon Longitudinal Study of Parents and Children. Nesses dados, os jovens responderam aos 13 anos questionários sobre bullying, e aos 18 responderam outras questões sobre depressão.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)