Saiba como está a saúde de Benício, filho de Huck e Angélica

Menino de 11 anos sofreu uma queda de wakeboard e teve que passar por cirurgia; saiba por que bater a cabeça é tão perigoso

No último sábado (22), a família dos apresentadores Luciano Huck e Angélica passou por um susto. Seu filho Benício, de 11 anos, sofreu uma queda de wakeboard, um esporte marinho em que o participante fica de pé na prancha, e teve traumatismo cranioencefálico. De Ilha Grande (RJ), onde se acidentou, o menino foi levado ao hospital no Rio de Janeiro (RJ) e teve que fazer uma cirurgia neurológica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo o jornal Extra, Benicio teve um traumatismo cranioencefálico com afundamento têmporo parietal direito associado a hematoma extradural subjacente ao afundamento.

Após a cirurgia, ele encontra-se lúcido, movimenta os quatro membros, respira sem a ajuda de aparelhos e está estável sob o ponto de vista neurológico e hemodinâmico. Ele já saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não tem previsão de alta hospitalar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Também acho que não tem que ter pressa nisso. Acho que uma cirurgia neurológica na cabeça é uma cirurgia neurológica na cabeça. Você tem que fazer com calma, um passinho de cada vez. Por mais traumático que seja para os pais e para ele estar passando por isso, a gente tem que aprender nessas situações difíceis", declarou Huck ao programa Fantástico.

O acidente foi causado após um desequilíbrio do menino em cima da prancha de wakeboard. No esporte, uma prancha tipo snowboard é puxada por uma lancha

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por que bater a cabeça é tão perigoso?

O cérebro tem a consistência de uma gelatina, e fica protegido dentro do crânio envolto em líquido cefalorraquidiano. Um golpe violento na cabeça, pescoço ou parte superior do corpo pode fazer com que o cérebro deslize para trás e para frente contra as paredes internas do crânio.

Uma lesão cerebral desse tipo pode levar a hemorragia em torno do cérebro, causando sintomas como sonolência prolongada e confusão. Tal sangramento pode ser fatal. É por isso que qualquer um que experimenta uma lesão cerebral necessita de acompanhamento nas horas seguinte ao acontecimento e atendimento de emergência se os sintomas piorarem.

Concussão cerebral

Além disso, acidentes como estes podem causar uma lesão que afeta a função cerebral, geralmente por um breve período, resultando em sinais e sintomas de concussão. Concussão cerebral é um tipo de traumatismo craniano em que há uma perda transitória da consciência, ou seja, a pessoa literalmente fica desacordada por alguns segundos. Na maioria absoluta dos casos a recuperação é completa, ficando apenas um certo "esquecimento" para eventos que ocorreram momentos antes ou após a lesão.

Leia mais sobre concussão cerebral.