Mãe reencontra sua bebê que passou 45 dias em isolamento

A pequena Layla recebeu alta depois de dias em isolamento devido à pandemia do novo coronavírus e vídeo de reencontro com a mãe comove a internet

Foto: Reprodução/ Complexo Hospitalar da UFC
Foto: Reprodução/ Complexo Hospitalar da UFC

A história do reencontro de uma mãe e sua bebê recém-nascida, após 45 dias sem se ver, comoveu a internet nesse momento de pandemia. A pequena Layla Vitória nasceu em janeiro com uma malformação e teve que ficar internada na UTI neonatal desde então.

A bebê de Vanessa Moreira nasceu na Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC), do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará (UFC), e passou mais de três meses na UTI neonatal.

Porém, com o isolamento instaurado devido à pandemia do COVID-19, a mãe de Layla não podia mais ver sua filha presencialmente. Suas visitas eram sempre online, através de chamadas de vídeos uma vez por semana.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Felizmente, nesta última quarta-feira, a pequena recebeu alta e o vídeo emocionante desse reencontro foi compartilhado nas redes sociais do Complexo Hospitalar da UFC. No vídeo, a mãe agradece a toda equipe médica e comemora que sua bebê finalmente vai poder dormir no seu bercinho em casa.

View this post on Instagram

Foram três meses sob intensos cuidados dos profissionais da MEAC e, finalmente, a bebê Layla Vitória recebeu alta com muita saúde! "Vai dormir no seu bercinho", como disse a mãe, Vanessa Moreira. Layla nasceu prematura e ficou famosa em todo o Brasil quando sua foto estampou as matérias sobre a visita virtual às UTIs neonatais. A alta foi mais um momento muito emocionante, cheio de afeto e de alegria. Assista ao registro e comemore com a gente! #maternidade #saudepublica #sus #meac #ebserh #ufc #diadasmaes #superacao #prematuridade #vitoria #amordemae #heroisdasaude

A post shared by Complexo Hospitalar da UFC (@complexohospitalardaufc) on

"Eu queria agradecer a cada um aqui que, de alguma forma, acabou sendo da minha família, porque deixar a família de vocês em casa com esse risco todo e estar aqui cuidando dos nossos pequenos", disse Vanessa emocionada por finalmente poder ter sua filha no colo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como prevenir o coronavírus no puerpério?

Se a mãe souber que está positiva para o coronavírus, o ideal é que ela não fique tão próxima do bebê. A infectologista Camila Almeida recomenda que a mãe higienize bem as mãos e a bombinha de tirar leite, além de pedir ajuda de uma pessoa que não esteja contaminada para alimentar o recém-nascido.

Se for amamentar, vale usar máscara, já que o coronavírus pode ser transmitido por gotículas, assim como não se deve ficar beijando o pequeno.

Além disso, mesmo se a mãe não estiver doente, é necessário seguir as mesmas orientações de quarentena. "Sabe-se que nessa época todo mundo quer ir conhecer o bebê, mas é importante que ela adie as visitas. Opte por fazer videoconferência com a família", indica a especialista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Saiba mais sobre coronavírus

Coronavírus: entenda os riscos para as gestantes

Como o corpo dos bebês pode reagir ao coronavírus

Coronavírus: o que é, sintomas, tratamento e prevenção

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)