PUBLICIDADE

Maisa adere à técnica de Marquezine para definir barriga

Recurso já é queridinho de famosas para conquistar a barriga chapada, como Bruna Marquezine - conheça o método

Adepta a exercícios, Maisa Silva, apresentadora do SBT, revelou ter adicionado uma nova prática em sua rotina para turbinar os músculos e deixar a barriga sarada: a eletroestimulação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A jovem publicou um vídeo em sua conta no Twitter fazendo abdominais com o aparelho de eletroestimulação na região abdominal. Na publicação, ela escreveu: "E depois de 12 dias eu tô de volta e c esse negócio de eletroestimulacao [...] pra ajudar a chapar a barriguinha e voltar pros tempos antigos... Projeto tanquinho on".

Publicação da Maisa no Twitter mostrando seu treino com eletroestimulação - Foto: Reprodução/Twitter
Publicação da Maisa no Twitter mostrando seu treino com eletroestimulação - Foto: Reprodução/Twitter

Em resposta aos internautas, Maisa diz que o processo é indolor, apenas "formiga muito" e que a tecnologia serve para ajudar a definir a barriga mais rapidamente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Seu treino é mais localizado, voltado ao abdômen. Porém, a técnica já tem conquistado o mundo das celebridades, sendo queridinha por Bruna Marquezine, Angélica, Xuxa, Cristiano Ronaldo e o ex-velocista tricampeão Usain Bolt, que utilizam da eletroestimulação para turbinar músculos por todo o corpo.

Como funciona a eletroestimulação muscular

A eletroestimulação muscular é uma prática que ocorre a partir de estímulos elétricos, provocando contrações que visam tonificar os músculos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O treino busca trabalhar profundamente a musculatura, como se cada músculo estivesse trabalhando de forma mais intensa para realizar os movimentos. Maisa trabalha o abdômen, de forma local; porém, o método mais comum é utilizar um macacão especial, para trabalhar toda a musculatura corporal - como usado por Bruna Marquezine.

Maisa aderiu aos treinos com eletroestimulação, prática já usada por Marquezine - Foto: Francisco Cepeda/AgNews
Maisa aderiu aos treinos com eletroestimulação, prática já usada por Marquezine - Foto: Francisco Cepeda/AgNews

Os programas de treino com eletroestimulação variam conforme o objetivo pessoal e duram cerca de 20 minutos, com frequência elétrica de 7 hzt a 100 htz, segundo Laura Figueiredo, da SYNC Eletro Fitness - marca responsável por acessórios para eletroestimulação.

Assim, os treinamentos podem ser focados em fortalecimento muscular, redução da celulite, aceleração do metabolismo e até hipertrofia ao promover contrações involuntárias da musculatura.

O traje completo é um colete que estimula todo o corpo. Contudo, Laura afirma que há também cintas para glúteos e faixas para pernas e braços, por exemplo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cuidados

Por ser um treino de alta intensidade, não se deve realizar musculação com aparelhos ou peso livre durante a eletroestimulação. Durante o treino, são recomendadas atividades aeróbicas, como corrida, e funcionais, como luta.

É importante que, após realizar o treino com eletroestimulação, haja um descanso de dois dias para que a musculatura se recupere. Nos dias em que não for utilizada a técnica, portanto, aconselham-se os treinos habituais, sem os eletrodos.

Resultados são questionados

Laura afirma que os equipamentos ativam músculos que não são trabalhados em treinos convencionais e que os benefícios da eletroestimulação são:

Por outro lado, a educadora física Mirian Maria, especializada em Treinamento Personalizado, Nutrição Esportiva e Prescrição de Treinamento para Grupos Especiais, afirma que "não existe nenhum estudo comprovando que os resultados de treinos com eletroestimulação são mais rápidos do que o treino em academia".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Simone Leal, educadora física focada em Treinamento com Mulheres, Emagrecimento e Força, diz que exercícios usando apenas o corpo fazem com que o sistema nervoso acuse quando está na hora de parar ou até mesmo quando há um possível risco (como uma carga que está muito pesada aos músculos). Nestes casos, seu corpo pode apresentar dores, fadiga e tremedeiras.

Assim, ambas profissionais acreditam que a eletroestimulação pode vir a machucar os músculos. Como as contrações são geradas de forma externa, o corpo "não costuma avisar de imediato" quando algo está além do que aguenta. Portanto, podem ocorrer até casos de rabdomiólise (dano muscular que pode danificar diversos órgãos, inclusive os rins) por eletroestimulação.

Contraindicações

Especialistas ressaltam que a eletroestimulação muscular precisa ser liberada por médicos, principalmente em casos de:

Quem pode fazer

Apesar da maioria dos adeptos ter como objetivo definir o corpo, a eletroestimulação muscular também pode ser usada por idosos e para pessoas com mobilidade reduzida. Isso porque a prática estimula os músculos sem que o indivíduo precise se esforçar de fato.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Normalmente a prática é associada a processos de reabilitação, sendo aplicada a pessoas com lesões musculares, fraturas, acamadas ou com mobilidade reduzida.

Então, é importante consultar médicos para avaliação de aptidão física e autorização, bem como recomendações, acerca do treino com eletroestimulação.