PUBLICIDADE

Siga essas dicas para economizar água durante o banho

Desligar chuveiro para ensaboar o corpo e usar balde para coletar recurso são alternativas

O Brasil é um grande desperdiçador de água. De acordo com a pesquisa do "Programa Água para a Vida", feita em parceria entre o WWF-Brasil e o Grupo HSBC, o brasileiro afirma conhecer formas de economizar o recurso, mas não as coloca em prática. Quase metade dos entrevistados (48%) admite gastar água em suas casas com pouco controle. Segundo a pesquisa, os brasileiros acreditam que diminuir o tempo de banho é a melhor forma de reduzir o consumo - mas 30% informou demorar mais de 10 minutos na atividade.

Estima-se que para banhos de 5 a 15 minutos são gastos em média de 45 a 135 litros respectivamente - uma grande diferença no consumo. Além de reduzir o tempo no banho, existem outros métodos de economizar água, principalmente com a crise hídrica acontecendo em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, onde alguns bairros estão sofrendo com a falta do recurso. Confira as dicas para economizar água durante o banho e como reaproveitar:

É necessário tomar banho todos os dias?

mulher tomando banho - foto: Getty Images
mulher tomando banho - foto: Getty Images

Algumas pessoas já podem ter se feito essa pergunta, devido a quantidade de água desperdiçada no banho. A dermatologista Leandra Metsavaht, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica que tomar banho diariamente é mais higiênico, principalmente no Brasil que é um país tropical. "O calor aumenta a transpiração e estimula a proliferação de bactérias", afirma. Indivíduos que moram em países frios costumam tomar banho com menos frequência, porque a sudorese é menor. "Entretanto, não há necessidade de tomar banhos longos, sendo recomendável de 5 a 6 minutos."

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dessa forma, é recomendado o banho diário para todos, principalmente durante as estações mais quentes e para pessoas que sofrem com a sudorese. Mas é preciso bom senso, uma vez que o excesso de banhos também causa prejuízos. "Banho demais provoca o ressecamento da pele e pode causar também dermatites e eczemas", ressalta a dermatologista. Ela afirma que o ideal é um banho rápido, frio, com pouco sabão e uso de bucha, escovão e outros acessórios apenas uma vez por semana. "Manter a pele hidratada também é muito importante e logo após o banho é o melhor momento para isso."

Já os cabelos devem ser lavados conforme a necessidade. "Pessoas com fios muito oleosos ou que praticam atividades esportivas diariamente devem lavá-los mais frequentemente do que aquelas com cabelos muito secos, por exemplo", afirma Leandra. Deixar de lavar o cabelo não oferece riscos para a saúde, desde que bem cuidado e escovado. Em uma emergência é possível usar o xampu a seco, um produto em aerossol que retira a oleosidade dos fios, deixando com um aspecto mais natural.

Verifique seu chuveiro

chuveiro - foto: Getty Images
chuveiro - foto: Getty Images

O chuveiro elétrico não é o grande vilão quando se trata do consumo de água. De acordo com Paulo Costa, diretor da H2C, empresa que desenvolve programas de racionalização de consumo de água, um chuveiro elétrico gasta oito litros por minuto em média, enquanto os chuveiros com aquecimento a gás ou boiler gastam de 22 a 26 litros de água por minuto.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Hoje o mercado apresenta diversos modelos de chuveiros que possuem dispositivos economizadores de água - para saber se está comprando o produto correto, basta verificar na embalagem nomes e selos de economia", explica o arquiteto Rodrigo Pires, suporte técnico da Escola Concretta, rede de franquias de escolas na área da Construção Civil. A substituição de chuveiros por duchas também contribui para a economia: enquanto um chuveiro convencional gasta aproximadamente 233 mil litros de água por ano, uma ducha gastará cerca de 140 mil litros - gerando a economia de 93 mil litros por ano em média.

Desligue o chuveiro para se ensaboar

homem se ensaboando - foto: Getty Images
homem se ensaboando - foto: Getty Images

Ligar o chuveiro, molhar o corpo, desligar o chuveiro, ensaboar-se e só então ligar o chuveiro novamente. Esse processo pode parecer estranho ou trabalhoso para algumas pessoas, mas ajuda e muito na economia. "Considerando que leva 1 minuto para se ensaboar e os gastos por tempo, pode-se economizar em média de 8 a 10 litros por minuto", explica o arquiteto Rodrigo. Desligar o chuveiro para aplicar xampu e condicionador também é válido e uma prática que deve ser adotada para ajudar na economia. O mesmo vale para quem tem o hábito de desembaraçar os cabelos ainda durante o banho. É importante fechar a torneira.

Faça a coleta do excesso de água

balde com água - foto: Getty Images
balde com água - foto: Getty Images

É comum deixarmos a água correndo "sozinha" nos primeiros momentos do banho, para ajustar a temperatura. Para não desperdiçar, é possível colocar um balde embaixo do chuveiro e captar essa água que iria para o ralo. "A água coletada depois pode ser utilizada na descarga, por exemplo", explica o arquiteto Rodrigo. Deixar o balde por perto durante o banho também ajuda na captação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os chuveiros a gás tendem a demorar mais tempo para ajustar a temperatura, o que pode ser um problema para quem está desligando o chuveiro para se ensaboar. Nesses casos, uma solução é deixar o chuveirinho ligado a fim de reduzir o fluxo de água sem perder a temperatura. "No entanto, o ideal é deixar a água correndo no balde, para evitar o desperdício."

A água coletada em um balde serve para dar três descargas em média - e a descarga tradicional gasta de 10 a 14 litros em média.

Banho solitário

casal no banheiro - foto: Getty Images
casal no banheiro - foto: Getty Images

Pela lógica, um banho coletivo ou em dupla gastaria menos água, certo? Segundo os especialistas, essa máxima não é verdadeira. Ao pensar que enquanto uma pessoa se lava a outra se ensaboa concluímos que é uma alternativa - no entanto, as trocas entre um indivíduo e outro geralmente acontecem com o chuveiro aberto, o que gera gasto. O ideal é que cada um tome seu banho de forma consciente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Caneca e balde

caneca com água - foto: Getty Images
caneca com água - foto: Getty Images

Aqueles que não têm água no chuveiro todos os dias podem optar por vasilhas e canecas para se lavar. Esponjas grandes e macias como aquelas usadas para lavar carro podem ser uma alternativa em vez das canecas. "Alguns estudos afirmam que um balde médio com água é suficiente para que um adulto tome banho", afirma Rodrigo Pires. A água limpa coletada durante o ajuste de temperatura do chuveiro pode ser usada para o banho nos dias em que a água falta, por exemplo.

Em caso de emergência

lenço umedecido - foto: Getty Images
lenço umedecido - foto: Getty Images

Momentos de economia extrema podem pedir medidas mais drásticas. Lavar apenas as axilas e área íntima pode ser uma opção quando a água está escassa. De acordo com a dermatologista Leandra Metsavaht, é possível fazer a higiene do corpo usando lenços umedecidos - mas obviamente o banho com água é a melhor opção. Além disso, os lenços umedecidos não garantem a higiene diária, e por isso não devem ser usados como substitutos do banho tradicional.