PUBLICIDADE

Saiba lidar com as probabilidades de uma reprodução assistida

O tratamento não é instantâneo e não garante 100% o sucesso na gravidez

Em geral, quando um casal decide ter um filho e esse não vem "de forma natural" é cogitado, quase que automaticamente, a procura por tratamentos de fertilização que os ajudem na obtenção da gravidez.

Por meio da imprensa, muitas vezes, estes casais têm a percepção errônea de que tão logo iniciem o tratamento para infertilidade, conseguirão a almejada gravidez e, em muitos casos, de gêmeos.

ão comuns fotos e reportagens de casais de artistas famosos que se submeteram às técnicas de reprodução assistida felizes da vida com seu(s) bebê(s), sem, no entanto, revelarem a trajetória de angústias e sofrimentos anteriores a essa conquista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O que esperar?

São tentativas e não garantias de gravidez o que os tratamentos oferecem

Os tratamentos de reprodução assistida aumentam a resposta de gravidez, porém, não são garantias de obtenção da mesma. As técnicas de fertilização trabalham fazendo "às vezes" de uma função que está inoperante no organismo do casal. Deste modo, por exemplo, se o problema está nas trompas que estão obstruídas, a técnica fará o papel das mesmas, permitindo o encontro do óvulo com o espermatozóide fora do corpo da mulher e colocando o embrião já formado no útero da mulher.

Outro exemplo: se a dificuldade do casal está relacionada aos espermatozóides do marido que não conseguem fecundar o óvulo da companheira, a técnica fará a função destes, permitindo a penetração no óvulo para a obtenção do embrião. Assim, em cada caso, sucessivamente, as técnicas de reprodução assistida buscarão solucionar o problema de cada casal.

Da mesma forma que um casal sem dificuldades para engravidar não tem certeza que obterá a gravidez naquele ciclo em que tiveram relação sexual, os que se submetem aos tratamentos de reprodução assistida não têm garantias de sucesso por ciclo, embora as chances de gravidez aumentem com o tratamento. Todo este processo é muito frustrante para o casal que busca tratamento para a infertilidade, uma vez que eles já estão bastante angustiados com a espera do filho que não vem e buscam na Medicina uma solução para o problema de forma rápida e eficiente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Percebo, na prática clínica, que o nível de expectativa de sucesso com os tratamentos de reprodução assistida é bem diferente num casal que inicia sua primeira tentativa do que em outros casais que já tentam engravidar há mais tempo. Por mais que os casais de primeira tentativa sejam informados sobre as chances de sucesso do tratamento, devido a fatores emocionais que operam por trás desse processo, há certa idealização do tratamento e a busca de "uma solução mágica para seu problema".

Desta maneira, quando o tratamento não dá certo, a dor é grande e o tamanho do "tombo" costuma ser de acordo com a altura da idealização, colocando o casal, na maior parte das vezes, frente à realidade do tratamento para as próximas tentativas.

É recomendável...

Portanto, é desejável que o casal que enfrenta problemas de fertilidade compreenda que são tentativas e não garantias de gravidez o que os tratamentos oferecem. Levando-se em consideração esse fator, a dor pode ser menor se a tentativa de gravidez falhar. E a esperança pode se renovar para que o casal possa se empenhar novamente na tarefa de conseguir engravidar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)