PUBLICIDADE

Dermatite de contato é mais comum do que parece

Doença é identificada pelas coceiras e pela vermelhidão da pele

A dermatite de contato e causada pelo contato de um agente externo com a pele, que acaba desencadeando uma reação inflamatória. Esta alteração na pele tem como característica vermelhidão, inchaço, formação de bolhas, secreção, crostas e descamação da pele.

O principal sintoma e a coceira local. Quase 100% da população podem ser sensibilizadas por algum fator externo e desenvolver a dermatite de contato.

A doença atinge mais as mulheres adultas, mas pode ocorrer em todas as idades e independe de sexo e condição social. Com relação ao tipo de pele, a mais atingida e a amarela, seguidas pela branca e finalmente as pessoa de pele negra. Os locais mais afetados são: mãos, face, pescoço e pés.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A capacidade de desenvolver esta lesão está relacionada a fatores imunológicos e genéticos de cada um. Além disso, alguns fatores ambientais e profissionais podem favorecer o aparecimento da dermatite de contato. Como fator predisponente, vai depender da estrutura química do material causador da dermatite, a sua concentração, e o tempo de contato com a pele.

A dermatite de contato pode surgir pelas atividades domésticas, hobby, e pela atividade profissional de cada um. Pode estar relacionada com o ambiente, pois pode surgir pela presença de umidade, temperatura quente ou fria, luz solar, e pelo contato com o vento. Podem aparecer dias, meses ou até mesmo após anos de exposição ao agente causador. Tudo isso vai depender da característica da substância, tempo, freqüência e intensidade da exposição.

Como exemplos de dermatites de contato, temos a dermatite das fraldas, que ocorre pelo contato da pele com a urina e fezes. Dermatite pelo uso de bijuterias, que geralmente ocorre em mãos pescoço e orelhas, pelo uso de chinelos de borracha ou ao redor da boca, causada pelo hábito de lamber os lábios.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os agentes causadores e o tratamento

Os exemplos mais comuns são: uso de perfumes, tintura de cabelos, desodorantes, roupas intimas, relógios, tecidos, metais presentes na roupa como botões, zíper, sapatos, meias, inseticidas, cosméticos, sabonetes, xampus, entre outros.

O diagnostico é feito pelo medico através da historia do paciente ou pelos testes de contato, que geralmente são realizados no próprio consultório. O tratamento inicialmente consiste em identificar o agente causador e tentar evitá-lo.

As alterações que surgiram na pele, geralmente são tratadas com o uso de corticóides, anti-histamínicos e outros medicamentos que devem ser prescritos pelo medico. Nunca queira se tratar por conta própria, pois existem outras doenças, por vezes mais agressivas, que podem parecer com a dermatite de contato. Sendo assim deve-se procurar um medico quando surgirem alterações na pele como as descritas acima. Ao mesmo tempo faça uma lista de coisas que entram em contato com você no seu dia a dia, pois isso pode facilitar no diagnostico e tratamento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)