PUBLICIDADE

Além do corpo, os sentimentos também mudam na menopausa

Psicoterapia completa o Projeto Afrodite, recuperando a auto-estima dos casais

Paralelamente a algum tipo de terapia hormonal indicada pela ginecologista e às sessões de fisio, a psicóloga Mara Push afirma que é de extrema importância o acompanhamento psicológico realizado no Projeto Afrodite.

Da mesma forma que as características físicas sofrem alterações, o comportamento também muda. De acordo com a psicóloga da Unifesp, vários fatores influenciam as relações afetivas. A educação é uma das principais razões que levam as mulheres a não sentirem prazer durante o ato sexual. Muitas vezes, elas não conhecem nem o próprio corpo .

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Uma pesquisa feita com as pacientes do Projeto Afrodite mostrou que 65% das entrevistadas não sabiam o que é o clitóris (região bastante sensível localizada na parte superior dos pequenos lábios).Ela continua a explicação, dizendo que as mulheres não foram acostumadas a se tocar. Os meninos, por exemplo, precisam pegar no pênis para fazer xixi. Já as meninas que tocam a vagina são reprimidas pelas mães. A masturbação dos rapazes também é aceitável. Mas se as adolescentes exploram o corpo, não serão bem vistas com bons olhos , completa.

Essas idéias ainda são bem fortes na sociedade de hoje. Porém, a geração que está vindo, tende a pensar diferente. É essa conscientização de que prazer não é sinônimo de pecado que queremos transmitir para as participantes do Projeto , ressalta Mara.

Os exemplos de relacionamento que as mulheres tiveram dentro de casa também acabam influenciando na sexualidade. Ou é muito semelhante com o relacionamento dos pais ou totalmente o contrário , diz Mara.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As experiências pessoais são mais um fator que conta. Segundo a especialista, se a mulher namorou um homem muito direto, que passava batido pelas preliminares e ejaculava logo no início da relação, isso pode fazer com que ela pense que o sexo é sempre assim. Ou ainda, se a menina enfrenta uma gravidez inesperada, pode encarar o sexo como uma ameaça .

Aliado a todas essas possíveis experiências, está o momento difícil enfrentado na meia-idade. Mara lembra que, além das questões hormonais, as mulheres passam a enfrentar as primeiras rugas, os quilinhos extras, a saída dos filhos de casa e o desgaste na relação com o marido. Tudo isso resulta na diminuição da auto-estima e faz com que elas percam o interesse pelo sexo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para resgatar a sensualidade, a mulher precisa entender todos os fatores físicos pelos quais o corpo está passando e encarar a menopausa como uma fase. Junto com o tratamento indicado pela Dra. Carolina, as pacientes participam de sessões de psicoterapia. A gente explica que não existe fórmula mágica que resolva os problemas delas. Mas que participando das sessões, debatendo diversos assuntos e trocando experiências, fica mais fácil lidar com o que elas estão sentindo , garante Mara.

O tratamento oferecido pela Unifesp conta com uma média de 10 sessões. Mara explica que os grupos são fechados com, no máximo, 12 mulheres. As sessões são temáticas. Tem dias que conversamos sobre relacionamentos, outros sobre auto-estima, ou ainda, sobre conhecimento corporal , exemplifica. Mas isso depende muito da demanda do grupo. Se elas sugerem um tema, é este tema que vamos abordar , continua.

Sem esquecer das lições de casa , brinca a psicóloga sobre as tarefinhas que são passadas para as participantes. Eu incentivo elas a conhecerem o próprio corpo. Tomar um banho tranqüilo e massagear todas as partes do corpo . Outro conselho de Mara é que as mulheres conversem com os parceiros. Eu digo que elas podem dividir os incômodos e as vontades com os acompanhantes, que é absolutamente normal sugerir a posição que mais lhe agradar no sexo, por exemplo .

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No final das contas

O tratamento geral, com as sessões de fisio, psicoterapia e as orientações da ginecologista, tem a duração de aproximadamente três meses.

Depois desse período, as pacientes participam de palestras mensais para a manutenção dos resultados , ressalta Mara. Com a Dra. Carolina, a periodicidade de retorno é bem variável, pois depende da indicação de tratamento que foi feita a cada paciente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já o acompanhamento fisioterápico é feito a cada três meses. Na maioria das vezes, é só para esclarecer eventuais dúvidas sobre os exercícios que elas levaram como bagagem ao participar do Projeto e saber sobre as evoluções delas , conta Michele.

Para avaliar a efetividade do tratamento multidisciplinar oferecido pela universidade, as especialistas solicitam que as mulheres preencham um questionário sobre a qualidade de sua vida sexual, ao ingressarem no projeto e ao término dele. Os resultados positivos podem ser vistos com a diferença das respostas. Sem contar que é nítida a mudança de comportamento delas. É como se elas desabrochassem para a vida. Saem do projeto com a auto-estima lá em cima, sentindo-se mulheres poderosas , conclui Mara.