PUBLICIDADE

Arritmias cardíacas devem ser tratadas com rapidez

Dependendo de sua gravidade, esse problema pode levar a morte

As arritmias cardíacas são doenças que causam alteração do ritmo ou da frequência dos batimentos cardíacos. O coração normal bate entre 60 e 100 vezes por minuto, e de forma regular (chamado ritmo sinusal). Batimentos mais precoces, que fogem do ritmo regular, são chamados extrassístoles.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As arritmias são divididas em ventriculares (surgem dos ventrículos do coração e se mantém independente do restante do coração) ou supraventriculares (precisam de outras partes do coração, como os átrios e veias cardíacas para se manterem). Pessoas que tem arritmia cardíaca devem procurar acompanhamento médico, pois tanto pode ter uma doença benigna, que precisa apenas de acompanhamento periódico, como uma variação maligna, que pode levar à morte súbita.

Sintomas

Existem pessoas que pioram das arritmias com café e produtos que tem derivados da cafeína, como guaraná e alguns chás.

A pessoa que tem arritmias sente palpitações, que podem ser interpretadas pelo paciente como "pulinhos no peito", "pescoço batendo", 'tremedeira no peito" e por aí vai. Quando muito rápidas, podem causar falta de ar, tonturas e até desmaio. Algumas pessoas com arritmias cardíacas ficam confusas e fracas durante a arritmia, quadro que melhora quando a arritmia passa. Por isso, é importante prestar atenção mesmo que os sintomas tenham duração curta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Informações importantes a serem anotadas antes de ir ao médico:

- quanto tempo dura a arritmia?

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

- quantas vezes acontece por mês ou por semana?

- começa de repente ou vai acelerando aos poucos? Termina de repente ou vai sumindo devagar?

- Você sente tonturas, falta de ar ou já desmaiou?

- fatores que aliviam ou fazem começar(por exemplo: sinto isso quando corro, melhora quando bebo água gelada..)

- Você tem ou já teve outras doenças? Toma algum remédio? Tem exames antigos com você que possa levar no médico?

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tratamento

O tratamento para as arritmias depende do tipo e da frequência que aparecem. O tratamento medicamentoso consegue controlar os sintomas e evitar complicações em boa parte das pessoas. Geralmente o tratamento é para toda a vida, com ajuste de doses ocasionais.

Outra opção é a ablação por cateter. A ablação é um procedimento onde entra um fio metálico bem fino (dois a três milímetros de diâmetro) por uma veia na perna e chega até o coração. Dura cerca de duas horas. Lá, ele localiza a origem da arritmia e cauteriza esse local. Em alguns tipos de arritmia, em especial nas dos atletas e pacientes jovens, este procedimento pode ser curativo, e evita o uso de medicações. Outra vantagem é que além da internação curta (12 a 24 horas), o paciente retorna as atividades normais em cerca de três dias sem cicatrizes(feito através de furos de agulha).

Para as arritmias lentas uma opção é o marca-passo cardíaco. Ele funciona como um sistema protetor contra as arritmias muito lentas. Ele é colocado debaixo da pele, através de um corte de cerca de cinco centímetros embaixo da clavícula. Através do mesmo corte entram fios que vão até o coração e, como se usando um cronômetro, "avisam" o coração para acelerar se ele ficar batendo mais lento do que deveria. Alguns marca-passos têm funções especiais que tratam arritmias rápidas também, esses se chamam desfibriladores ou CDIs. Eles são utilizados em casos especiais, selecionados, para tratar pacientes com arritmias graves onde a ablação e as drogas não são suficientes.

Sempre converse com seu médico em caso de dúvidas. Não deixe para a próxima semana sua consulta se tiver dúvidas: lembre-se: arritmias podem matar!