PUBLICIDADE

Dentadura fixa: esse tipo de prótese é mais eficaz e prática para o paciente

No entanto, é preciso que o paciente tenha indicação para usá-las, no caso ossos e dentes em boas condições

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Quando o assunto são dentaduras, muitas dúvidas surgem: quais tipos são mais eficientes, quando cada uma pode ser usada...

As dentaduras fixas são consideradas mais eficazes pelo fato do paciente não precisar removê-las todos os dias para a higienização, por não ficarem deslizando sobre a mucosa da cavidade oral e provocando, muitas vezes, machucados e aftas decorrentes da má adaptação que algumas "dentaduras móveis" ou próteses totais podem causar.

Qualquer pessoa pode fazer uso das dentaduras fixas, desde que tenha indicações para isso: que pode ser a presença de osso, no caso dos implantes, e a presença de dentes em boas condições para servirem como "pilares" para a ponte fixa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A dentadura fixa também pede cuidados especiais: o paciente deve fazer uso de passa fio para remover biofilme (placa bacteriana) e restos alimentares que ficam entre os dentes unidos da sua prótese; no caso de "overdentures" e protocolos implantares, o paciente deve fazer uso de passa-fio, escovas bitufo ou interdentais de teflon (para não prejudicar - riscar o material dos implantes).

O paciente com próteses fixas, seja por implantes, seja pelos pilares dos próprios dentes, bem como todos os pacientes, até mesmo aqueles que usam "dentadura", devem retornar ao cirurgião-dentista pelo menos a cada seis meses para revisão, controle de biofilme (placa bacteriana), limpeza e manutenção.

Tipos de próteses para os dentes

Fundamentalmente existem dois tipos de próteses dentárias com objetivo de substituir os dentes perdidos por consequência de cáries, doenças das gengivas e por traumatismos:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cada tipo de prótese tem indicações precisas, que devem ser feitas após planejamento, exames de imagem, e condições financeiras, de saúde e disponibilidade de tempo do paciente.

A prótese sobredentadura removível pode ser parcial ou total, e como o próprio nome diz, permite que o paciente tire e ponha a ?dentadura? sempre que desejar ou for necessário, sendo caracterizada por cobrir ou se apoiar em um ou mais dentes naturais ou remanescentes, raízes e/ou implantes dentários. Já prótese sobredentadura fixa também pode ser parcial ou total e se caracteriza por ser fixada em implantes ou dentes naturais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em ambos os casos as próteses podem ser convencionais (comuns) ou sobredentaduras. As convencionais são suportadas apenas pelos tecidos moles e estrutura óssea subjacente, enquanto que as sobredentaduras cobrem ou se apoiam em um ou mais dentes naturais ou remanescentes, raízes e/ou implantes.