PUBLICIDADE

Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré: perguntas e respostas

Especialista explica a relação entre os problemas e se é possível preveni-los

A Síndrome de Guillain Barré é uma das doenças causadas pelo Zika vírus. Ela pode ser caracterizada como problema neurológico que envolve os nervos periféricos das pernas e dos braços, normalmente secundário a uma infecção viral, bacteriana respiratória ou intestinal.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quais as consequências da Síndrome de Guillain-Barré para a saúde do paciente?

A Síndrome de Guillain-Barré faz com que o paciente apresente fraqueza muscular, alteração da sensibilidade e dificuldade para movimentar os olhos. Em alguns casos, podem haver complicações sérias como alteração dos batimentos cardíacos e dificuldades respiratórias.

Por que o Zika vírus está relacionado à síndrome?

Uma série de vírus podem desencadear a síndrome de Guillain-Barré, como o Zika vírus. Isto ocorre quando, na tentativa de combater o vírus, o nosso organismo acaba produzindo células de defesa contra ele próprio, por isto é conhecida como uma "doença autoimune".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quais as outras infecções virais que podem provocar o problema?

Outros vírus e bactérias associados ao Guillain-Barré são o Campylobacter jejuni, Citomegalovirus, vírus Epstein-Barr, vírus Varicella-zoster.

O mecanismo autoimune que leva esta doença a destruir os nervos periféricos após uma infecção é conhecido de "mimetismo molecular", ou seja, existem pequenas partículas proteicas nestes vírus e/ou bactérias que são semelhantes a proteínas do nosso organismo e, ao produzir anticorpos, nosso corpo acaba destruindo tanto os vírus/bactérias, como os nervos periféricos das pernas e braços.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Depois que a pessoa teve Zika vírus, é possível prevenir o Guillain-Barré?

Não é possível prever se uma pessoa terá ou não Guillain-Barré após uma infecção por Zika. Aliás, embora o número de casos de Guillain-Barré tenha aumentado significativamente depois da epidemia de Zika vírus em nosso país, esta síndrome ainda é uma causa rara de doença dos nervos periféricos.

Já é possível prever as consequências da síndrome relacionada ao Zika?

A síndrome de Guillain-Barré tem tratamento com drogas imunomoduladoras (imunoglobulina humana e/ou plasmaferese) e o grande ponto é reconhecer precocemente os sintomas desta enfermidade. Iniciando rapidamente a terapia para Guillain-Barré, as chances de um tratamento satisfatório são grandes.

Uma pessoa pode ter a síndrome mais de uma vez?

Pode, mas é incomum. A doença normalmente é monofásica, ou seja, ocorre apenas uma única vez.

A pessoa com a Síndrome desencadeada pelo vírus pode voltar a ter uma vida normal? Em quanto tempo?

Sim. Isto dependerá de qual manifestação clínica ocorreu, se o tratamento foi realizado ou não, a idade do paciente e comorbidades (outras doenças médicas conhecidas) que a pessoa tenha.