PUBLICIDADE

Diabetes: você sabe se está em risco?

Calcule seu risco de desenvolver diabetes tipo 2 e entenda os principais fatores que contribuem para o aparecimento da doença

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

O diabetes tipo 2 é uma doença metabólica que interfere na maneira como o corpo processa a glicose. Ela é desenvolvida quando o pâncreas não consegue produzir insulina suficiente para todas as necessidades do corpo ou quando há resistência do organismo à insulina produzida.

A insulina, por sua vez, é responsável por reduzir os níveis de glicemia ao permitir que o açúcar presente no sangue possa ser utilizado de maneira correta como fonte de energia. Se a insulina não age conforme o esperado, a glicose do sangue aumenta, caracterizando o diabetes.

Os sintomas do diabetes tipo 2 podem incluir fome e sede excessivas, infecções frequentes, feridas que demoram para cicatrizar, alterações na visão, formigamento nos pés e furúnculos. O tratamento é feito para controlar os níveis de glicose no sangue, evitando picos ou quedas expressivas ao longo do dia. Quem tem diabetes tipo 2 também está sujeito a algumas complicações, como infecções, hipertensão e maior risco de infarto do miocárdio e AVC.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A melhor maneira de evitar o desenvolvimento do diabetes e de suas possíveis complicações é a prevenção e a conscientização sobre os fatores de risco.

Faça o teste de risco

Para ampliar a luta contra o diabetes tipo 2, a Novo Nordisk, empresa com mais de 90 anos de inovação e liderança no tratamento do diabetes, em parceria com a ADJ Diabetes Brasil, Drogaria Onofre e a farmacêutica Roche, lançou a campanha global "Calcule Seu Risco".

A campanha reforça a importância do diagnóstico adequado e incentiva uma reflexão sobre como os hábitos do dia a dia podem influenciar o surgimento de doenças crônicas, como o diabetes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Atualmente, 193 milhões de pessoas não sabem que têm diabetes. Será que você é uma delas? Para chamar a atenção para o problema, o site www.calculeseurisco.com.br esclarece os principais fatores que colocam uma pessoa em risco, entre eles:

Além disso, o site conta com um teste online por meio do qual, em apenas 2 minutos, é possível calcular a probabilidade para desenvolver diabetes tipo 2. Dados como idade, peso, circunferência da cintura, prática de atividade física e alimentação são levados em consideração pela análise.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O resultado pode classificar cada pessoa como tendo de risco baixo a muito alto. O objetivo é que cada um entenda a necessidade de cuidar da saúde e dos hábitos para evitar a doença.

Embaixador

Consciente da importância da iniciativa, o nadador olímpico Matheus Santana é o embaixador da campanha "Calcule Seu Risco". O atleta foi diagnosticado com diabetes tipo 1 aos 8 anos de idade. E, desde então, passou a tomar insulina diariamente. Com o apoio dos pais, incluiu cuidados com a alimentação e com medicamentos na sua rotina.

"A minha intenção é quebrar estereótipos e mostrar a todos que, mesmo sendo uma doença crônica, o diabetes não deve impor limites à vida de ninguém", explica Matheus.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ele ainda reforça a importância do diagnóstico precoce: "O fato de eu ter descoberto o diabetes bem cedo permitiu que eu pudesse evitar complicações sérias que, ainda hoje, pegam pessoas de surpresa, pois elas nem imaginam que têm a doença".

A história de Matheus mostra que, mesmo após o diagnóstico do diabetes, é possível ter uma vida ativa e praticar exercícios com frequência. Com alguns cuidados e orientação adequada de um profissional da saúde, o esporte pode até auxiliar no controle da doença. Converse com seu médico para iniciar um programa de atividades físicas e contribuir para melhorar sua qualidade de vida.

Referências bibliográficas

1. Federação Internacional do Diabetes - IDF. Atlas do Diabetes - 7ª edição, 2015. Disponível em www.idf.org/about-diabetes/facts-figures. Último acesso: 26/07/2016.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

2. Pesquisa internacional sobre o diabetes urbano. UCL. Disponível em www.ucl.ac.uk/news/news-articles/1115/151115-cities-changing-diabetes. Último acesso: 31/10/2016.

3. Conteúdo disponível em: Diabetes: sintomas, tratamentos e causas. (/saude/temas/diabetes)