PUBLICIDADE

Prepare seu corpo para as mudanças causadas pela gravidez

As alterações aparecem ante se depois do parto, saiba lidar com cada uma delas

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

As mudanças no corpo são um capítulo a parte durante a experiência da maternidade. A barriga cresce, o peito aumenta, a pele estica, os hormônios entram em ebulição. Mas e depois do parto como é que fica? Descubra aqui quais são as principais alterações no organismo das futuras mamães.Aumento de peso - Perder os quilinhos extras após o parto é um dos feitos mais difíceis nessa fase. Se a gestante não teve um controle de peso rigoroso o que sobra são os quilos a mais, principalmente, o acúmulo de gordura na barriga, nos quadris e o aparecimento da celulite , explica a ginecologista Carolina

Anbrogini, da Unifesp, de São Paulo. Por isso, a recomendação é de que as grávidas com peso normal ganhem de 12 a 14 quilos durante a gravidez; as que tem o peso elevado de 8 a 9 quilos e para as mamães abaixo do peso de 14 a 16 quilos. A prática de exercícios e a alimentação saudável é a fórmula certa para afinar a silhueta. Se o parto foi normal, após 40 dias a mulher pode fazer atividades físicas. No caso de cesárea, pegar peso só é permitido após três meses, mas treinos leves, como caminhadas, estão liberadas após 40 dias.

Flacidez abdominal - Depois de ver aquele barrigão crescer, crescer e ficar linda é inevitável que a pele na região abdominal fique flácida após o nascimento do bebê. Não precisa se desesperar. A firmeza do abdômen tende a voltar depois da prática de atividades físicas aliada a uma alimentação saudável , avalia a ginecologista da Unifesp.

Estrias - O aumento dos hormônios femininos, em particular a progesterona, influencia na síntese de colágeno, o que provoca a distensão da pele e o aparecimento das mal traçadas linhas. O uso de cosméticos específicos pode ajudar na prevenção do aparecimento de estrias, pois auxiliam na redução ao dano do colágeno e promovem a hidratação da pele. Mas a atuação é parcial, já que a estria na gestação tem como causadores a predisposição genética, a idade mais jovem, a presença de hormônios e o ganho de peso , esclarece a dermatologista Flávia Addor, diretora da Sociedade Brasileira de Dermatologia, em São Paulo.



Para prevenir o aparecimento das linhas, o ideal é aplicar produtos à base de óleo de semente de uva, uréia ou manteiga de karité. Ao contrário do que é propagado, o óleo de amêndoa tem pouca penetração. O mais indicado é apostar em cremes hidratantes ou óleos em creme. Aplique na barriga, culotes e seios duas vezes por dia e massageie, mas evite a área dos mamilos

Machas na pele - Mais uma vez é a atuação da progesterona, que age diretamente sobre os hormônios produtores de melanina, responsável pela pigmentação da pele. É normal escurecer as regiões como axilas, auréolas mamárias, joelhos e cotovelos que tem mais pigmentos. Os melasmas, conhecidos como manchas de grávida , são bastante comuns, sobretudo nas mais morenas ou mais expostas ao sol. Aparecem no rosto principalmente nas maças do rosto, na testa e acima dos lábios, na região do buço. A prevenção deve ser feita com o uso de protetores solares e a redução da exposição solar, mas não tem 100% de resultado, pois há um componente genético , explica a dermatologista da SBD. O uso de clareadores ou procedimentos como o peeling devem ser realizados somente após o parto, salvo em casos específicos ou a critério médico , recomenda a especialista.

Varizes: o aparecimento das veias é provocado pelo fator genético e pela compressão abdominal da veia cava, que leva o sangue para o coração. Para evitá-las, é preciso estimular a circulação sangüínea com uma rotina de exercícios físicos e deixar as pernas elevadas por um tempo após um dia cansativo.