PUBLICIDADE

Adapte seu cardápio às variações hormonais do ciclo menstrual

Veja o melhor dia para começar uma dieta, comer chocolate e evitar salgadinhos

Por Sara Puerta

As mudanças no apetite, no ânimo e no humor da mulher são provocadas por oscilações nos cinco principais hormônios de ovulação e menstruação, segundo Maria do Carmo Borges de Souza, ginecologista responsável pelo setor de reprodução humana da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro),1 - Progesterona: altera o mecanismo de equilíbrio hídrico, favorecendo a retenção de líquido no organismo.
2 - FSH (Folículo Estimulante): eleva a produção da proteína leptina, que controla o apetite.
3 - LH (Hormônio Luteinizante): produzido pela hipófise. Seu pico no meio do ciclo define a ovulação.

Na fase folicular (da menstruação até a ovulação), os níveis de estrógeno atingem o ápice, tornando a mulher mais confiante, com menos apetite e mais facilidade de queimar calorias.

Na fase lútea (da ovulação até o início da menstruação), os níveis de progesterona e luteinizante aumentam, e o estrógeno cai. A mulher tem retenção de líquido, alterações no metabolismo de lipídios e irritação. A queda do estrógeno reduz a serotonina, que dava a sensação de bem-estar.

Helena Alves Sampaio, nutricionista e doutoranda em farmacologia, pondera que essas alterações são normais no período pré-menstrual e que os sintomas podem ser reduzidos com mudanças na alimentação e prática de exercícios.

Nos casos de retenção de líquido, segundo a nutricionista, o ideal é continuar a tomar água para estimular o equilíbrio eletrolítico de minerais e eliminar a água das células. Alimentos fontes de potássio (banana, laranja e agrião) ajudam contra o inchaço.

Após a ovulação, deve-se diminuir o consumo de sal, pois provoca a retenção de mais líquido.

Café e chocolate
No período antes da menstruação, é bom evitar café e chocolate. Apesar de provocar sensação de bem-estar, são estimulantes e podem aumentar a irritabilidade e ainda desencadear um círculo vicioso. Afetada pela falta de serotonina, a mulher pode procurar descontar nesses alimentos o seu desconforto afetivo , diz Suzana Bonumá, nutricionista chefe do ambulatório de medicina esportiva do Hospital das Clínicas.





NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)