PUBLICIDADE

Dentes perfeitos: conheça suas características

Especialista explica os critérios objetivos e subjetivos para definir um dente perfeito

Existe atualmente uma busca excessiva pelo perfeito e os dentes estão entre os maiores desejos das pessoas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Na odontologia, as técnicas evoluem constantemente, sendo possível refazer totalmente uma boca (por pior que ela esteja), chegando à perfeição ou, ao menos, muitíssimo próximo disso. Através das mais variadas técnicas e materiais, conseguimos mudar o formato, a cor, a posição e o tamanho dos dentes, chegando em resultados estéticos incríveis.

Conseguimos recuperar perdas ósseas extensas, formato da gengiva e perda de dentes, ou seja, podemos recolocar dentes perdidos de uma forma que sejam extremamente naturais e lindos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como ter dentes perfeitos?

Para ter dentes perfeitos quando adulto, é de fundamental importância que os pais estejam atentos aos dentes dos filhos desde os dentes decíduos (dentes de leite) e que as crianças frequentem os consultórios odontológicos da mesma forma que frequentam seus pediatras, pois nesta fase o dentista pode fazer prevenção sobre qualquer alteração bucal que esteja ocorrendo. Depois de adulto, isso também é possível, mas será necessário um tratamento mais complexo.

O que é um dente perfeito?

Existem padrões extremamente técnicos para que um dente seja perfeito, o planejamento deve ser muito bem realizado e mostrado ao paciente antes de qualquer procedimento, inclusive perguntando a opinião dele sobre muitas variáveis que existem em um dente perfeito.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O dente perfeito deve ser considerado de acordo com o formato do rosto e sorriso de cada paciente. Vamos colocar de uma maneira simples e clara os aspectos objetivos e subjetivos de um dente perfeito:

Proporção dos dentes - a relação entre o comprimento e a largura de um dente é e fundamental importância para se obter a perfeição, principalmente nos dentes anteriores, que são os mais visíveis.

Existem várias fórmulas para se obter as proporções ideais de um dente, mas não basta simplesmente aplicar um cálculo matemático, o dentista deve levar em consideração a altura do sorriso do paciente, o quanto aparece de dente com os lábios em repouso e na fala. São observações importantes, pois muitas vezes os dentes ficam bonitos, mas durante a fala, os dentes não aparecem ou aparecem demais e esses detalhes devem ser observados durante o planejamento.

Posição dos dentes - a distribuição dos dentes na arcada também é essencial para se obter um sorriso perfeito, a linha média, que é o ponto de contato entre os dois incisivos centrais (dentes da frente) deve ser alinhada com o nariz e o mento (queixo) do paciente, fazendo uma distribuição harmônica dos dentes em relação aos dois lados do rosto. Linhas médias fora da posição, dão uma impressão visual de um rosto torto e a diferença entre algo perfeito ou imperfeito é uma questão de milímetros.

Formato dos dentes - o formato dos dentes é determinado pelo formato do rosto do paciente, posição de gengiva e lábios. Os dentes podem ser retangulares, ovais ou triangulares, devendo ser respeitado os itens descritos anteriormente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cor dos dentes - acredito que aqui esteja a maior divergência de opinião entre o que seja perfeito e imperfeito, sendo também a parte mais subjetiva da questão. Da mesma forma que os dentes têm uma posição ideal, uma proporção ideal e um formato especifico, eles também têm uma cor. Muitas pessoas tem dentes naturais mais escuros, outras amarelados e algumas brancos. Dentro dessas variações de cores, existem uma serie de nuances e claro que todos idealizam que os dentes sempre fossem extremamente brancos.

É justamente nesta fase que a opinião do dentista e do paciente devem ser muito discutidas e demonstrado todos os prós e os contras, pois a beleza e a perfeição do sorriso e a satisfação do paciente com os resultados pode ser perdido neste detalhe.

Cada vez mais escuto as pessoas comentando que os dentes de determinados artistas estão brancos demais. Esse comentário, em relação a sua boca, seria bom ou ruim? Assim como em qualquer área da estética, existe um algo a mais de fundamental importância, o bom senso! A cor do dente, vai mudando com o passar do tempo e com a idade. Sempre sou a favor de que usemos de toda tecnologia e recursos a disposição para que possamos estar com a melhor aparência possível, mas a melhor aparência possível, não seria algo de acordo com a idade? A cor do dente perfeito deve ser de acordo com a idade e o tom de pele do paciente.

Claro que houve evolução nesse sentido, um homem ou uma mulher com 50 anos tem o dente mais claro, uma aparência mais jovem, uma vida mais ativa do que o seu avô ou avó quando tinham essa mesma idade, mas mesmo assim, o fator idade deve ser respeitado.

O ideal é que o seu dente seja branco, sim, mas em uma tonalidade que todos reparem que você tem dentes lindos, mas ninguém consiga imaginar que você tenha feito qualquer tipo procedimento. O dente perfeito é aquele que comentam como você tem dentes lindos e não quando perguntam o que você fez nos dentes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mas claro que essa é uma opinião extremante pessoal, que o paciente deve tomar e o dentista orientar para saber qual o desejo do paciente para que obtenham o resultado desejado.

Em suma, não existe um padrão único para o dente perfeito, ele deve ter posição, formato e proporção e cor de acordo com o rosto do paciente, idade, gengiva, altura do lábio e sorriso.