PUBLICIDADE

6 momentos que a sua pele gostaria que você fosse mais cuidadoso

Você com certeza já esqueceu de usar protetor solar em algumas dessas situações

Quando o sol brilha forte no céu e é possível senti-lo queimando a pele, você já deve imaginar o que não pode faltar de jeito nenhum: o protetor solar. O problema é que os raios solares podem ser prejudiciais até naqueles dias em que o sol está mais tímido ou até mesmo se você estiver protegido da luz do dia, o que deixa a sua pele vulnerável nas mais diversas situações. Abaixo, veja alguns dos momentos que sua pele gostaria de estar protegida:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1. Em dias nublados e chuvosos

Mesmo com a aparente proteção das nuvens, os raios solares continuam ameaçando a nossa pele. "As nuvens podem bloquear a luminosidade, mas deixam passar cerca de 80% dos raios ultravioleta A e B, podendo provocar queimaduras, envelhecimento precoce da pele, além de aumentar o risco de ter câncer de pele", destaca a dermatologista Carla Albuquerque, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

2. Embaixo do guarda-sol ou protegido na sombra

Sabe quando você vai para a praia e fica embaixo do guarda-sol, mas ao final do dia percebe que ficou com a pele toda queimada? "Não dá para dispensar o filtro solar nem mesmo sob o guarda-sol, pois vale lembrar que a maioria dos tecidos deixa passar parte da radiação solar. Além disso, a areia também reflete os raios UV", diz a especialista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

3. Usando o celular/computador/assistindo TV

Não são apenas os raios solares que podem prejudicar a sua pele. "A luz visível é transmitida por lâmpadas fluorescentes, como as que iluminam ambientes internos, iluminações artificiais, a luz do computador, do celular, da TV e da claridade que entra através da janela. Essas fontes de luz visível podem causar manchas na pele e também acelerar o seu envelhecimento precoce", explica Carla.

Porém, nem todo protetor consegue impedir a ação dessa luz. "Os produtos que bloqueiam o efeito da luz visível na pele são os filtros físicos e aqueles que possuem cor (pigmentos), que refletem e dispersam a energia da luz, construindo uma barreira física às radiações solares", conta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

4. Ao deixar as orelhas expostas

Se você tem o cabelo curto ou costuma prendê-lo, é bom ficar atento aos cuidados com essa parte do corpo. "Áreas como as orelhas são geralmente negligenciadas/esquecidas na hora de aplicar o fotoprotetor. Vale lembrar que se trata de uma região muito exposta à incidência de radiação ultravioleta e que frequentemente são diagnosticadas lesões pré malignas, como a queratose actínicas, e câncer de pele?, ressalta.

5. Usando decotes

O cuidado em aplicar o protetor solar de forma correta não costuma ser levado tão a sério quando é necessário aplicar o produto na região do decote. Na verdade, no dia-dia, a gente nem presta muita atenção nela. Mas deveríamos. Isso porque essa região frequentemente fica vulnerável aos efeitos maléficos da radiação UV. A falta de proteção diária numa área exposta como essa pode resultar em manchas, rugas ('rugas do decote'), e até mesmo o câncer da pele.

6. Quando você fica careca

O cabelo é uma proteção importante para a nossa cabeça. Ao perder os fios, ela se torna mais uma área que merece atenção para a proteção solar. "Pessoas que estão ficando sem cabelos ou com os cabelos ralos frequentemente esquecem-se de proteger adequadamente essa região, seja com filtro solar, seja com chapéu/bonés. É frequente o aparecimento de manchas, lesões pré-malignas e câncer de pele nessa região que rotineiramente não é protegida adequadamente", lembra a especialista.

Prestar atenção às partes do corpo que estão descobertas e protegê-las, seja com filtro solar ou proteção física é uma forma assertiva de prevenir o câncer de pele, o de maior incidência no Brasil. Cuidar de si é simples e possível. Quem agradece é a sua pele.