PUBLICIDADE

Abaixo do peso: cálculo do IMC e como ganhar peso de forma saudável

Pele seca, esquecimento e dores de cabeça são apenas algumas consequências de estar abaixo do peso

O IMC (Índice de Massa Corporal), normalmente é uma medida usada para estabelecer se a pessoa está numa faixa de peso normal, ou se está com sobrepeso, obesidade e até baixo peso.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Estar abaixo do peso, por sua vez, é uma condição em que a pessoa pesa menos do que é considerado adequado para aquela altura, idade e sexo.

Cálculo do IMC

O IMC é calculado com o peso dividido pela altura ao quadrado. Por exemplo, uma pessoa com 1,70 m e 70 kg fará o seguinte cálculo:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Altura multiplicada por ela mesma: 1,70 x 1,70 = 2,89

Peso dividido pelo quadrado da altura: 70 / 2,89 = 24,22

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Logo, essa pessoa tem IMC de 24,22 e está dentro da faixa de peso adequado para sua altura.

Diagnóstico

O resultado do IMC é um dos indicadores analisados para saber se a pessoa está abaixo do peso ou não. O IMC é calculado com o peso dividido pela altura ao quadrado. Entretanto, existem outras formas de constatar que agem em conjunto com o cálculo do IMC. São elas: medidas antropométricas, bioimpedância, circunferência abdominal e relação cintura-quadril.

Ao perder muito peso em um curto período de tempo, é preciso investigar a causa do emagrecimento. A melhor maneira é procurando um médico para a realização de exames. No caso dos transtornos alimentares, como bulimia e anorexia nervosa, ainda é indicado o acompanhamento terapêutico. O estresse e a ansiedade também podem afetar a perda de peso, sendo indicadores de que o corpo precisa de tratamento.

O IMC está sempre certo?

Infelizmente, a medida de IMC nem sempre representa a realidade. Por exemplo, o músculo é muito mais pesado que a gordura. Logo, um halterofilista terá um IMC muito alto, mas isso não se reflete em obesidade, já que a maior parte de sua massa corporal é formada por musculatura.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É importante levar em conta que a massa corporal é formada por água, gordura, músculos e ossos, e tudo isso precisa ser bem avaliado para medir a saúde de alguém corretamente. Por isso, é de extrema importância consultar um especialista para que ele possa fazer a análise do IMC junto com outros índices e medidas usados para entender a composição corporal.

Consequências de estar abaixo do peso

Ganho de peso saudável

Para ter um ganho de peso saudável, não se deve comer somente muitos alimentos calóricos e sim priorizar alguns alimentos com boa quantidade calórica, mas ricos em nutrientes benéficos e com pouca quantidade de gordura saturada (de origem animal) e gordura trans (de industrializados). Confira algumas estratégias interessantes que podem te ajudar nesse processo:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Muitas vezes além de todos esses cuidados ainda é necessário a inclusão de um suplemento alimentar, aumentando assim a quantidade de calorias ingeridas ao dia, para isso deve-se procurar um profissional especializado e pedir orientação..

IMC para crianças

As faixas de IMC para as crianças mudam de acordo com a idade e o sexo, e para orientar os médicos existem tabelas da Organização Mundial da Saúde (OMS) para fazer esse cálculo. Mas os pais também podem se orientar por tabelas. Clique aqui, siga o passo a passo e descubra se o seu filho está com baixo peso, peso normal, sobrepeso ou obesidade.

IMC para idosos

Quando a idade chega, a composição corporal muda: os músculos diminuem e o tecido adiposo aumenta. Por isso, o cálculo do IMC é igual, mas os resultados são diferentes em pessoas com mais de 60 anos. Veja porque isso ocorre e os resultados do IMC para idosos.