PUBLICIDADE

Coceira e vermelhidão: você sabe o que é o pé de atleta?

Ambientes úmidos e quentes favorecem seu aparecimento; saiba como tratar

Se você pratica alguma atividade física regularmente, com certeza já sabe os benefícios que uma corrida pela manhã ou aquela partida de futebol à noite podem trazer para o corpo e para a mente. Por outro lado, também é muito provável que você conheça o sintoma de um problema nada agradável: o pé de atleta, popularmente conhecido como frieira.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A infecção é bastante comum entre a população e costuma apresentar sintomas como vermelhidão, pele rachada, coceira, mau odor e descamação entre os dedos dos pés. Apesar de ser mais comum em homens, as mulheres também são suscetíveis ao pé de atleta, portanto, é importante ficar atento aos sinais.

Assim como outros tipos de micose, o pé de atleta ocorre devido a uma infecção causada pelo fungo Tricophyton, que acomete principalmente os pés. Ainda assim, a infecção pode surgir em outras partes do corpo, como couro cabeludo, unhas e pele ? locais ricos em queratina, principal atrativo para os fungos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Estes microrganismos estão presentes em lugares de convívio comum, como banheiros públicos, vestiários e parques, o que facilita a contaminação. Entretanto, o contato com a natureza não é o único modo de contágio.

Compartilhar toalhas, meias e calçados e andar descalço em pisos contaminados são alguns fatores de risco para adquirir micose, já que são ambientes e materiais propícios para a proliferação dos fungos, devido ao calor e à umidade.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A boa notícia é que nosso sistema imunológico trabalha diariamente para não deixar que doenças, sejam elas causadas por vírus, fungos ou bactérias, se instalem em nosso organismo; por isso, nem todo contato com o fungo é sinônimo de contaminação. Mas se ele se instalar no organismo, é possível tratar.

Qual o tratamento para o pé de atleta?

Assim que perceber os sintomas típicos de frieira, a recomendação é procurar um profissional da saúde, como um dermatologista ou farmacêutico, para confirmar o diagnóstico e obter a indicação de tratamento.

Ele pode começar com Vodol, líder no tratamento de micoses e frieiras. O produto é eficaz contra diferentes tipos de infecções por fungos e age rapidamente no alívio da coceira e do odor característico da frieira.

Para facilitar o tratamento do pé de atleta e de outros tipos de micose de pele, Vodol está disponível em quatro apresentações práticas que facilitam a aplicação no dia a dia. São elas o creme, o pó, o spray e a exclusiva versão em aerossol. E o melhor é que, independentemente da versão de Vodol indicada pelo médico especialista, você poderá utilizar o produto sem receio, já que ele não mancha a roupa e nem a pele.

Durante o tratamento, também é fundamental seguir as recomendações de higiene, mantendo pés e dedos devidamente limpos e secos e não interromper o tratamento. Ainda que as lesões superficiais desapareçam, há chances de que o fungo esteja em camadas mais profundas da pele, podendo reaparecer a qualquer momento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dá para prevenir?

A resposta é animadora: é possível, sim, prevenir micoses e frieiras. A primeira dica é se cuidar o ano inteiro; apesar de alguns acreditarem que as frieiras só surgem no verão, a verdade é que os fungos podem contaminar a pele em qualquer época do ano. Veja abaixo algumas dicas para se prevenir da melhor forma: