PUBLICIDADE

Vacina da meningite: quem não se imunizou na infância deve tomar?

Veja quais as recomendações e contraindicações da vacina da meningite!

Você já ouvir falar de algum caso em que uma criança adoeceu agudamente de meningite, a doença piorou e ela acabou falecendo? É importante lembrar que nem todas as pessoas que adoecem com meningite ficam graves e, tampouco, morrem, mas meningite é uma doença que pode ser muito séria e por vezes, fatal.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Muitas são as causas de inflamação na meninge, a cápsula que envolve o cérebro e a medula espinhal. Dentre os fatores infecciosos, vírus, bactérias, fungos e outros agentes como sífilis e tuberculose são, nesta ordem, as explicações mais usuais. Diversos vírus, incluindo enterovírus, herpes, caxumba, sarampo, entre outros, podem causar meningite viral.

Por este motivo, é essencial estar vacinado para as infecções que podem ser protegidas com vacina. Recomenda-se que adultos até 29 anos de idade que não tenham registradas duas doses de vacina contra meningite, completem as duas doses necessárias com intervalo mínimo de um mês entre cada aplicação. Para adultos com 30 a 49 anos, uma dose deve ser registrada ou aplicada. Pessoas com mais de 50 anos não necessitam ser vacinadas novamente, mesmo se não comprovem vacinação pregressa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As meningites bacterianas são potencialmente mais graves e com maior risco de mortalidade. As bactérias Meningococo, pneumococo e Haemophilus influenzae b são causas importantes de meningite bacteriana.

Para adultos, a vacina contra pneumococo é recomendada para pessoas com mais de 60 anos, esplenectomizados e portadores de outras imunodeficiências.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já a vacina contra meningococo B pode ser aplicada em pessoas de até 50 anos. Como não se sabe a duração da proteção desta vacina, via de regra, sua aplicação é indicada a depender da situação epidemiológica. Se o adulto vai se deslocar para uma região onde está acontecendo um surto de meningite meningocócica B, por exemplo, há indicação de vacinar.

Vacina contra meningococo C ou ainda, vacina contra meningococo ACWY também são indicadas em adultos a depender da situação epidemiológica ou exposição profissional.

As vacinas contra sarampo, Haemophilus influenzae b, pneumococo e meningococo C fazem parte do calendário vacinal de crianças e são disponibilizadas na rede pública. A vacina contra meningococo B não é disponível na rede pública. Em sendo vacina segura que protege contra infecção potencialmente fatal, sugere-se, quando for possível, vacinar as crianças com 3 doses aos 3, 5 e entre 12-15 meses de vida.

É importante lembrar que gestantes e imunossuprimidos têm particularidades e recomendações diferentes da população em geral e devem sempre consultar seus médicos sobre as vacinas a serem tomadas.