PUBLICIDADE

Menstruação: 5 desconfortos comuns no período

A cólica é o incômodo mais comum causado pelas alterações hormonais

Cada mulher é única e tem suas particularidades. São tipos de pele, cabelo e corpo distintos - e, claro, todos com sua beleza. Por outro lado, as mulheres compartilham de experiências bastante parecidas - mas não idênticas - quando o assunto é menstruação.

O chamado período menstrual pode ser dividido em duas fases: folicular e lútea. Na primeira acontece a ovulação, que prepara o corpo para uma possível gravidez, enquanto a segunda é determinada pela fecundação ou não. Em caso de não gravidez, os sinais da conhecida tensão pré-menstrual (TPM) podem aparecer e causar desconfortos.

Os incômodos podem durar toda a menstruação ou só durante a TPM. E de acordo com o Ministério da Saúde, 70% das mulheres brasileiras sofrem com a tensão pré-menstrual, ou seja, é uma alteração muito mais comum do que se imagina.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Caso você se encaixe nesse dado ou sofra com algum outro incômodo, confira abaixo tudo o que acontece com o corpo durante a menstruação e como passar pela fase sem desconforto:

Cólicas menstruais

Chamamos de cólica menstrual aquela dor que surge, principalmente, no ventre - localizado entre a barriga e virilha - e na lombar. Os responsáveis por essa sensação são o estrógeno e a prostaglandina, hormônios que promovem a contração do útero para a liberação dos óvulos que não foram fecundados.

As cólicas podem ser leves ou mais fortes, e, quando intensas, podem ser acompanhadas por náusea, diarreia, dor de cabeça e, em algumas ocasiões, desmaio. Nesses casos, de cólicas secundárias, o médico deve ser procurado para investigar se a dor está relacionada a doenças como ovário policístico e endometriose.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em caso de cólica intensa, você pode contar com remédios previamente indicados pelo seu médico. Uma das possibilidades, nesse caso, é Buscoplex. O medicamento é indicado, justamente para diminuir as dores causadas pelas cólicas menstruais, intestinais e estomacais.

Intestino irregular

As mudanças do sistema gastrointestinal durante a menstruação tendem a deixar o intestino solto, porém, existem casos em que a mulher enfrentará a prisão de ventre. Essas alterações se dão devido à liberação de agentes inflamatórios durante a menstruação, que acabam interferindo diretamente no funcionamento do intestino.

Retenção de líquido

A sensibilidade nas mamas e o inchaço abdominal são causados pela retenção de líquido, comum do período, ou também pela desregulagem intestinal. Como o corpo tem uma série de mecanismos para se defender e autorregular, o aumento da vontade de urinar aparece como uma forma de controlar a retenção líquida durante a menstruação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mau humor

Geralmente, o mau humor não aparece sozinho. Ele pode surgir acompanhado de ansiedade, irritabilidade e dificuldade para dormir. Esses sinais são comuns porque, durante a menstruação, os níveis estrogênio e serotonina caem, enquanto a adrenalina e o cortisol, responsáveis pelo estresse, aumentam.

Acne e pele oleosa

Você sabia que a acne é comum na adolescência devido às alterações hormonais? A mesma regra vale para o período menstrual, quando a produção de determinados hormônios aumenta, enquanto outros caem.

Como aliviar os desconfortos do período menstrual?

1) Apesar de durar de quatro a seis dias, o período menstrual e suas alterações hormonais podem causar bastante desconforto. Porém, algumas medidas ajudam a enfrentar a fase com mais tranquilidade, a começar pelo uso de Buscoplex.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O medicamento da Natulab é indicado para aliviar dores como cólicas e desconfortos abdominais porque tem ação antiespasmódica, ou seja, evita que as contrações aconteçam e sejam dolorosas. Além disso, Buscoplex tem ação analgésica, diminuindo a sensação de dor de seis a oito horas.

2) Bolsas com água quente, massagens no ventre e o consumo de chás calmantes, como o de camomila, são bons recursos para aliviar a cólica, uma vez que o calor ajuda controlar a dor e reduz o inchaço abdominal.

3) Durante o período menstrual, também é importante investir em exercícios aeróbicos, que liberam endorfina e promovem a dilatação dos vasos, facilitando a circulação sanguínea.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

4) Uma alimentação à base de fibras auxilia a eliminação do estrógeno, levando à redução das cólicas. Se você ainda sofre com a retenção de líquido, reduzir o consumo de alimentos com muito sódio pode ser benéfico.