5 sinais de que a saúde íntima precisa de atenção especial

Odores diferentes, alterações na menstruação e coceiras podem ser um alerta de que algo está errado com sua região íntima; saiba mais

Nem sempre é fácil tirar um tempinho para se cuidar com a correria do dia a dia. É trabalho de um lado, filhos e família do outro, sem falar das demais tarefas da rotina. Nessa loucura, muitas mulheres podem deixar de prestar atenção aos sinais que o corpo envia de que algo não está indo bem.

Quando o assunto é saúde íntima, esses sinais vão de alterações no ciclo menstrual a infecções urinárias. São pontos que merecem atenção, mas o lado bom é que o cuidado íntimo adequado - e que não exige nada trabalhoso demais - pode ajudar na prevenção de uma série de problemas.

1. Mudanças na menstruação

As características do ciclo menstrual variam de mulher para mulher. Umas tem o ciclo mais longo, outras apresentam fluxo mais intenso. Levando isso em conta, é importante conhecer o seu ciclo menstrual para conseguir notar alguma diferença, principalmente aquelas que duram alguns meses.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Algumas alterações que podem ocorrer são: ciclos mais longos ou ausência da menstruação, fluxo mais intenso e mudanças na cor do sangue. Tudo isso pode estar relacionado a diversos fatores, que vão desde o emocional a algumas doenças. É comum, por exemplo, que situações de estresse crônico interfiram no ciclo. Já um fluxo que ficou muito intenso pode indicar a presença de um mioma. E as alterações na cor podem estar relacionadas a endometriose, DSTs, feridas na vagina, mudança de pílula anticoncepcional, entre outros.

2. Odores diferentes na região

A menstruação tem um cheiro característico - e normal - de sangue. Entretanto, se ele ficar mais forte, também é um sinal de alerta e pode indicar, por exemplo, uma infecção bacteriana.

Esse odor diferente também pode vir de um corrimento. Se o cheiro incomodar a mulher e ela ainda sentir coceira ou ardência, vale ficar alerta. O que nos leva ao próximo item...

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

3. Corrimentos

É normal ter secreção vaginal ao longo do ciclo menstrual. Em alguns momentos, ela é quase transparente e, em outros, fica mais esbranquiçada, como uma clara de ovo. No geral, não tem cheiro e nem causa incômodo.

Entretanto, se notar um corrimento com odor forte e ainda sentir dor, ardência ou coceira, fique atenta. Isso pode indicar a presença de alguma inflamação ou doença na região - candidíase geralmente está associada a corrimento vaginal.

4. Coceira

Coceira na região íntima não é um bom sinal. As causas, entretanto, podem ser variadas, de alergias simples à DSTs. Se além da coceira a mulher ainda apresentar corrimento, notar odor forte, sentir dores na relação sexual ou vermelhidão e inchaço na região, pode ser algo mais grave e vale acompanhamento médico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

5. Infecções urinárias

Sabe aquela sensação de querer fazer xixi toda hora? Ou sentir ardência ou mesmo dor na hora de urinar? Isso tudo pode estar relacionado com as famosas infecções urinárias, e também é indicado procurar um médico para tratar o problema, principalmente se tiver casos recorrentes de infecção.

Dicas para se cuidar

Anotados os sinais, voltamos à questão inicial. Se nem sempre é fácil notar alterações no corpo, muitas vezes também não sobra tempo para se cuidar. Mas a boa notícia é que o cuidado com a região íntima não exige algo trabalhoso. Uma medida muito simples e que já pode ajudar até a evitar infecções urinárias é prestar atenção na maneira como você se limpa depois de ir ao banheiro. O ideal é sempre limpar de frente para trás, e não ao contrário, e lavar as mãos antes e depois de fazer xixi ou evacuar.

Alguns produtos podem fazer parte da sua rotina e também contribuir para deixar a região íntima saudável durante todo o mês. A linha Protex Cuidado íntimo fortalece a barreira natural da região e mantém o PH saudável. Todos os produtos são ginecologicamente testados e, além de proteção íntima diária, oferecem frescor todos os dias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outra dica é deixar a região respirar. Sabia que dormir sem calcinha é uma boa pedida? Com isso, a área fica livre de umidade, que é o ambiente perfeito para a proliferação de bactérias e fungos. Lembre-se ainda de dar preferência para calcinhas de algodão e tentar não usar roupas apertadas.