Posso fazer higiene íntima ou banho de assento com vinagre?

A ginecologista Flávia Tarabini explica quais cuidados ter com a região íntima

O banho de assento é uma técnica antiga e passada de geração para geração e que consiste no ato de permanecer com a região perineal imersa na água por alguns minutos.

Isso porque, mergulhar a área afetada na água - geralmente na região perineal, espaço entre a vulva e o reto -, pode ajudar a reduzir a dor, o desconforto, a coceira, queimação e o inchaço que podem ocorrer devido a uma ampla variedade de problemas de saúde que afetam a vagina, a vulva e o ânus.

Contudo, os banhos de assento não costumam ser um tratamento independente. Eles geralmente funcionam melhor em conjunto com outros remédios e tratamentos prescritos pelo médico. O banho de assento pode oferecer alívio doméstico de baixo custo e baixo risco para vários problemas de saúde.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A recomendação para um bom banho de assento é, principalmente, sempre utilizar água limpa e, de preferência, fervida; deixar esfriar e, quando estiver morna ou em temperatura ambiente, colocar o conteúdo em uma bacia, na altura suficiente para cobrir a parte íntima por alguns minutos. Permanecer de 2 a 3 minutos no banho de assento e em seguida enxugar a região normalmente e com uma toalha macia.

Banho de assento com vinagre

Você já deve ter ouvido todos os tipos de sugestões sobre o que colocar no banho de assento além da água, sendo o vinagre de maçã o mais buscado entre eles.

O vinagre de maçã é um vinagre feito a partir da fermentação de maçãs ou suco de maçã e pode ter alguns benefícios leves para a saúde devido ao tipo de ácido do vinagre, entre outros compostos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No entanto, pesquisas científicas confirmam essa afirmação até certo ponto - já que o ácido acético do vinagre parece oferecer algumas vantagens à saúde. Os especialistas, portanto, geralmente indicam que você não adicione nada além da água sem a autorização ou recomendação do seu médico.

Isso visto que, se você tiver uma escoriação, uma ferida ou qualquer tipo de abertura na pele, a última coisa que você vai querer é adicionar ingredientes e produtos que podem causar ainda mais irritação na região. Além disso, você estará expondo essa delicada região a tudo o que adicionar ao seu banho de assento.

É por isso que os médicos também não recomendam adicionar ingredientes, como bombas de banho ou óleos essenciais, já que esses tipos de ingredientes podem não apenas perturbar o pH da vagina e a colônia de bactérias boas, mas também agravar tudo o que você está tentando acalmar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quais cuidados ter com a higiene íntima?

A higiene íntima deve ser realizada apenas externamente, isso é, na vulva - e não na vagina -, a fim de evitar potenciais irritantes de contato, produtos químicos, umidade ou fricção.

Outro ponto importante é que os sabonetes íntimos não são todos iguais: alguns são mais hidratantes e outros para pele sensível. Procure evitar, na região perineal, sabonetes de banho, loções, géis, etc. que contenham perfumes, pois apesar de normalmente terem uma boa fragrância, eles podem ser potencialmente irritantes.

Também é indicada a lavagem de peças íntimas com produtos não alergênicos, como sabão de coco ou neutro, e sua secagem em ambiente arejado (nada de banheiro, para não haver umidade e crescimento de microorganismos).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A peça preferencialmente deve ser de algodão para evitar a proliferação, especialmente fúngica. Se não for possível, lembre-se de usar peças íntimas ao menos com forro de algodão, pois o material confere menor chance de persistência de umidade no local ao passo que também diminui a chance de alergias.