PUBLICIDADE

Ranitidina proibida: saiba por que o remédio saiu de mercado

Entenda para que serve e o que levou à suspensão do medicamento

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Usada principalmente para casos de indigestão, azia e refluxo ácido, a ranitidina é um medicamento pertencente ao grupo dos bloqueadores dos receptores de H2 da histamina, cujo objetivo é reduzir a quantidade de ácido que o estômago produz.

Entenda para quem a ranitidina é indicada e por que o medicamento foi considerado inseguro e retirado das prateleiras no Brasil.

Para que serve a ranitidina?

O medicamento é geralmente utilizado para o tratamento de úlceras gástricas, esofagite por refluxo gastroesofágico (quadro de inflamação do esôfago) e úlcera causada por estresse.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com Mayra Gabriela Bento Teixeira, coordenadora de Farmácia do Hospital Albert Sabin de São Paulo (HAS), o medicamento é especialmente contraindicado para pacientes com hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula e não deve ser utilizado para mulheres grávidas sem orientação médica ou de um cirurgião-dentista.

Além disso, um dos possíveis efeitos colaterais da ranitidina é o potencial de afetar a absorção, o metabolismo e a excreção renal de outros medicamentos.

Como tomar?

A ranitidina pode ser encontrada na forma de comprimido, comprimido efervescente, granulado efervescente e xarope para administração oral, e deve ser indicada com a orientação de um clínico geral ou gastroenterologista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Geralmente, o medicamento pode ser tomado de uma a quatro vezes ao dia e a sua dosagem pode mudar de acordo com a idade. Para evitar complicações, siga as instruções da receita, leia o rótulo da embalagem e tome o medicamento conforme a prescrição médica.

Por que a ranitidina foi suspensa?

Em janeiro de 2020, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) decretou a interrupção da importação do insumo de ranitidina produzido e importado por uma empresa indiana chamada Saraca Laboratories Limited.

Conforme explica Mayra Gabriela Bento Teixeira, o principal motivo da suspensão do fármaco pela agência foi a detecção de N-nitrosodimetilamina (NMDA), composto considerado como provável agente cancerígeno humano.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Devido aos processos de cozimento e fermentação, a substância também pode ser encontrada em níveis baixos em alimentos, como carnes assadas, queijos e cerveja.

De acordo com a Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG), por falta de literatura baseada em evidências, ainda não existe um posicionamento sobre os riscos de saúde para quem tomou o medicamento. Sendo assim, as informações adicionais sobre o assunto devem ser aguardadas e obtidas por meio da vigilância sanitária.

Substitutos da ranitidina

É possível substituir a ranitidina por outros remédios de efeito semelhante, como medicamentos da classe de omeprazol ou antiácidos. Contudo, tal mudança deve ser orientada após avaliação médica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)