PUBLICIDADE

Níveis de testosterona limítrofes em homens são associados à depressão

Estudo também encontrou relação entre baixos níveis de testosterona e obesidade

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Pesquisadores da Universidade George Washington, de Washington nos Estados Unidos, descobriram que homens com níveis de testosterona limítrofe têm mais chances de ter depressão ou sintomas de depressão do que a população em geral.

O estudo foi publicado na revista científica Journal of Sexual Medicine e contou com a participação de 200 homens adultos com idades entre 20 e 77 anos, com a idade média de 48 anos. Todos os voluntários possuíam níveis de testosterona limítrofe.

Depressão ou sintomas de depressão foram observados em 56% dos voluntários. Além disso, um quarto destes homens estavam tomando antidepressivos. No grupo de voluntários também haviam mais homens com obesidade e a prática de exercícios era menor do que na população geral.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os pesquisadores concluíram que os médicos deveriam considerar diagnósticos de depressão, sintomas depressivos e fatores de estilo de vida na hora do atendimento à pacientes que sofrem com hipogonadismo.