PUBLICIDADE

Cientistas descobrem proteína que tem ação anti-inflamatória

A proteína, que é ativada durante o sono, poderá ajudar no tratamento de doenças inflamatórias, como a artrite

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Cientistas descobriram porque dores e inflamações são piores pela manhã. Um estudo recente divulgado no The FASEB Journal mostrou que, durante o sono, nosso corpo trabalha para suprimir inflamações, mas logo quando acordamos e começamos nos mover, esse efeito acaba.

Os pesquisadores da Universidade de Manchester encontraram um tipo de proteína, chamada cryptochrome, que reprime as vias inflamatórias durante o sono noturno, o que acaba retardando os sintomas da inflamação. A esperança é de que essa descoberta ajude a desenvolver medicamentos para o tratamento de doenças inflamatórias, como a artrite.

"Ao compreender a forma como o relógio biológico regula a inflamação, podemos começar a desenvolver novos tratamentos e explorar esse novo conhecimento", disse a Dra. Julie Gibbs, PhD e pesquisadora envolvida em estudos sobre artrite da Grã-Bretanha.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para o estudo, a equipe de pesquisadores colheu em ratos e humanos saudáveis pedaços de tecidos com células que desempenham um papel importante no surgimento da artrite inflamatória. Cada uma dessas células mantém um ritmo de 24 horas e, quando esse ritmo é alterado pela parada do gene cryptochrome, há um aumento da resposta inflamatória no corpo.

Para testar esta hipótese, os pesquisadores administraram drogas projetadas para ativar a proteína cryptochrome e determinar se a proteção contra a inflamação poderia ser alcançada, conforme foi provado.