PUBLICIDADE

Óleo de coco pode fazer mal como manteiga e banha, diz estudo

Relatório indica que óleo de coco deveria ser substituído por óleos vegetais não saturados, como azeite de oliva

Um relatório criado pela Associação Americana do Coração mostrou que o óleo de coco pode ser comparado à gordura animal e à manteiga se considerados os seus efeitos na saúde. A justificativa seria por causa da gordura saturada presente no óleo de coco, que poderia aumentar o colesterol ruim.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No comparativo apresentado pela Associação, o óleo de coco foi o vilão, com a maior quantidade de gordura saturada, somando 82% de sua composição. Na manteiga, a quantidade é de 63%, na gordura bovina é de 50% e na banha de porco o total é de 39%.

"Como o óleo de coco aumenta o colesterol LDL (tipo 'ruim'), causa de doenças cardiovasculares, e não tem efeitos favoráveis que compensem isso, advertimos contra seu consumo", dizia o relatório.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com os cientistas que fizeram o relatório, a orientação é de reduzir o consumo de gorduras saturadas optando por óleos vegetais adequados, como o azeite de oliva.

Gordura saturada e colesterol ruim

O colesterol é um tipo de gordura encontrada em nosso organismo importante para o seu funcionamento normal. O colesterol é o componente estrutural das membranas celulares em nosso corpo e está presente no coração, cérebro, fígado, intestinos, músculos, nervos e pele. Nosso corpo usa o colesterol para produzir alguns hormônios, tais como vitamina D, testosterona, estrógeno, cortisol e ácidos biliares que ajudam na digestão das gorduras.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O cardiologista Flávio Cataldi afirma que aproximadamente 70% do colesterol é produzido pelo nosso próprio organismo, no fígado, enquanto que os outros 30% é proveniente da dieta. Assim, uma dieta rica em gordura saturada, gordura trans e açúcar pode elevar o LDL (colesterol ruim) e os níveis de triglicerídeos, aumentando o risco geral de colesterol alto.