PUBLICIDADE

Trocar manteiga por margarina: Estudo traz polêmica sobre assunto

Gordura poliinsaturada, presente na margarina, poderia reduzir o risco de doenças cardiovasculares

Utilizar margarina e óleos vegetais em vez de manteiga pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares tanto quanto o uso de estatinas, de acordo com um estudo produzido nos Estados Unidos. O relatório, produzido pela Associação Americana do Coração, emitiu um comunicado com recomendações oficiais para cardiologistas do mundo todo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O documento mostrou que consumir gordura poliinsaturada e óleos em quantidades controladas pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares em até 30% - o benefício é o mesmo que se observa com o uso de medicamentos para colesterol.

O documento, escrito por especialistas da Harvard School of Public Health, apoia a teoria de que cortar gordura saturada é melhor para o coração. Os cientistas analisaram todas as evidências sobre o assunto e descobriram que a gordura saturada - como a encontrada na manteiga, leite integral, nata, óleo de palma, óleo de coco, carne e carne de porco - está associada a um risco maior de doenças cardíacas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Substituindo isso por gordura poliinsaturada, encontrada em cremes e óleos vegetais, como a própria margarina, ou monoinsaturada, encontrada no azeite, abacates e nozes, pode ser reduzido o risco de problemas no coração. O estudo, publicado no periódico médico Circulation, reforça o conselho de que a gordura saturada deve ser reduzida na dieta.

O autor principal, o professor Frank Sacks, da Harvard School of Public Health, disse: "Queremos deixar registrado que a pesquisa científica apoia definitivamente a limitação da gordura saturada na dieta para prevenção de doenças do coração e dos vasos sanguíneos. Gordura saturada aumenta LDL - colesterol ruim - que é uma das principais causas da placa de obstrução arterial e doenças cardiovasculares".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os autores, no entanto, advertiram que nem todas as margarinas são saudáveis. Eles ressaltam que algumas usam gorduras trans e realmente aumentam o risco de doença cardíaca. Esse tipo de gordura teve seu uso diminuído, mas ainda é possível encontra-la em muitos alimentos, como a própria margarina, doces e biscoitos.