PUBLICIDADE

Estudo encontra mais de 10 mil bactérias e fungos perigosos em carros

Pesquisa identificou bactéria causadora da pneumonia

Uma pesquisa realizada pela Faculdade Devry Metrocamp, de Campinas descobriu que os carros podem carregar mais de 10 mil bactérias em seu interior. Entre elas, foi encontrada a bactéria Klebsiella pneumoniae, causadora da pneumonia.

Para a realização do estudo a universidade analisou 76 partes internas de 26 veículos de passeio, sendo 26 volantes, 26 câmbios, oito bancos e cinco cadeirinhas de bebês.

O estudo, realizado por Adriana Oliveira e Helton Silva, alunos do curso de Biomedicina, e supervisionado pela professora doutora Rosana Siqueira, mostrou que os itens possuem bactérias que variam de 100 a mais de 1.000 em todas as partes, com exceção de um deles que apresentou no câmbio mais de 10.000 bactérias. Todas as amostras estavam contaminadas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com Rosana, as bactérias encontram em restos de alimentos deixados nos veículos uma fonte de nutrientes para o crescimento. Quando fechado, o carro fica com a temperatura ideal, e microrganismos, provenientes também de tosses ou espirros, encontram na umidade liberada pelo suor dos ocupantes, ou por água da chuva, o ambiente perfeito para crescerem.

As bactérias Staphylococcus aureus estavam presentes em 69,7% das partes analisadas. Além de microrganismos oportunistas e patogênicos que podem causar intoxicação alimentar, infecções de urina, pulmonares, como a pneumonia, de garganta, diarreia, febre, vômitos. Fora elas, foram identificados vários tipos de fungos como Aspergillus niger, Fusarium spp e Peniccilium spp, que podem ocasionar problemas de rinite, sinusite, micoses de pele, cabelos e unhas.

De acordo com os pesquisadores, a presença destes microrganismos está relacionada a falta de higienização dos veículos e dos usuários, principalmente das mãos. Grupo de riscos como crianças, idosos, mulheres grávidas, e com o sistema imunológico deficiente são alvos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A presença destes microrganismos está relacionada a falta de higienização dos veículos e dos usuários, principalmente das mãos. Grupo de riscos como crianças, idosos, mulheres grávidas, e com o sistema imunológico deficiente são alvos.

Higienização

As concessionárias costumam recomendar higienizações completas a cada seis meses em locais autorizados, mas, manter o veículo com a limpeza em dia pode ser feito de maneira frequente, prática e eficaz. Confira alguns cuidados que podem ser realizados para manter a higiene do veículo:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Atenção a outros pontos importantes: