PUBLICIDADE

Santa Maria (RS) enfrenta maior surto de toxoplasmose já registrado no Brasil

Segundo Vigilância de Saúde já foram confirmados 569 casos de toxoplasmose na cidade de Santa Maria

A cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, enfrenta o maior surto de toxoplasmose no Brasil. Segundo o último boletim epidemiológico, divulgado pela Vigilância de Saúde, na terça-feira (18/06) já foram confirmados 569 os casos de toxoplasmose em Santa Maria, na Região Central do estado.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dos casos confirmados, 50 são de gestantes. De acordo com o boletim, 1.430 casos foram notificados, porém 57 já estão descartados e outros 270 permanecem em investigação.

Nesta segunda-feira, uma coletiva de imprensa foi realizada para discutir o assunto. Segundo o Ministério da Saúde estão sendo feitas análises e cruzamentos de dados coletados durante a primeira etapa de investigação de campo. Durante um mês, técnicos de saúde aplicaram mais de 230 questionários em pessoas com toxoplasmose e em outros moradores sem a doença

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Uma das hipóteses de transmissão seria pela água, contudo as autoridades ainda estão avaliando isso. No entanto, as causas do surto não são descobertas, a orientação é ferver a água que sai das torneiras por pelo menos 10 minutos antes do consumo, evitar carne crua ou mal passada e redobrar a atenção no preparo dos alimentos.

O que é Toxoplasmose?

Toxoplasmose é uma doença infecciosa, congênita ou adquirida, causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii, encontrado nas fezes dos gatos e outros felinos. Homens e outros animais também podem hospedar o parasita.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ela pode ser adquirida por meio da ingestão de alimentos contaminados - em especial carne crua ou mal passada, principalmente de porco e de carneiro - e vegetais que abriguem os cistos do Toxoplasma após terem tido contato com as fezes de animais hospedeiros.

A toxoplasmose não é contagiosa entre humanos - ou seja, ela não pode ser transmitida de pessoa para pessoa. No entanto, as fezes de gatos e outros felinos e a ingestão de alimentos contaminados não são a única porta de entrada para o parasita. Humanos também podem adquirir a doença em outras situações, como:

A doença também pode ser congênita. Neste caso, ela é transmitida da mãe infectada para o bebê por meio da placenta. Se a mulher foi diagnosticada com a doença um pouco antes ou durante a gestação, as chances de ela passar a inflamação para o filho são de 30%, em média.

"As investigações de surto de toxoplasmose são muito complexas, demandando um tempo maior que o que desejamos. Os dados que temos até aqui são preliminares e precisam ser analisados de maneira cuidadosa, porque é fundamental identificar com precisão qual a possível fonte de contaminação, para que se consiga identificar se há, ainda, algum fator que permanece produzindo casos. A investigação segue na tentativa de se descobrir a origem do surto, mas é preciso deixar claro que nem sempre essas investigações apontam categoricamente a fonte de infecção", disse o coordenador geral de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Renato Vieira Alves, na coletiva.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)