PUBLICIDADE

Probióticos podem melhorar humor e função cognitiva

Essas bactérias podem trazer diversos benefícios para o cérebro e intestino

Uma pesquisa, feita a partir de um compilado de estudos, publicada no site Harvard Health Publishing mostrou que há uma conexão do intestino com o cérebro, conhecida como eixo do cérebro-intestino, que se dá pelo nervo vago.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Essa ligação é feita por meio de sinalização bioquímica entre o sistema nervoso do trato digestivo (sistema nervoso entérico), e o sistema nervoso central. Os resultados dos estudos mostraram que os probióticos podem melhorar o humor, a função cognitiva, além de diminuir o estresse e ansiedade.

Assim como o cérebro, o intestino também pode produzir neurotransmissores com papel essencial na regulação do humor, como a serotonina, a dopamina e o ácido gama-aminobutírico. Segundo a publicação, cerca de 90% da serotonina é produzida no trato digestivo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com a pesquisa, geralmente, o que afeta o intestino pode afetar o cérebro ou vice-versa. Quando o cérebro sente problemas, envia sinais de alerta para o intestino, fazendo com que aqueles eventos estressantes causem problemas digestivos. Dessa mesma forma, problemas gastrointestinais como doença de Crohn, síndrome do intestino irritável (SII) ou constipação crônica podem desencadear ansiedade ou depressão.

Em 2016, um estudo realizado pela Frontiers in Aging Neuroscience revelou que quando pacientes com Alzheimer tomavam leite feito com quatro tipos diferentes de bactérias probióticas durante 12 semanas, eles conseguiram melhor pontuação em um teste de comprometimento cognitivo comparados aos pacientes que tomavam leite comum.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outro estudo de 2013 publicado pela revista Gastroenterology descobriu que as mulheres que misturavam iogurte com probióticos, duas vezes ao dia durante quatro semanas, eram mais calmas quando os pesquisadores apresentavam imagens com rostos irritados e assustados.

Segundo os pesquisadores, ainda não é possível determinar o papel exato que os probióticos desempenham no eixo do intestino-cérebro, pois a pesquisa da Harvard ainda está em andamento.

O que são probióticos?

Os probióticos são bactérias que produzem efeitos benéficos no hospedeiro, usados para prevenir e tratar doenças como promotores de crescimento e como imunoestimulantes. Você sabe consumir probióticos alimentares? faça o teste e descubra!