PUBLICIDADE

Novo exame de sangue pode indicar sua idade "verdadeira"

Estudo conseguiu calcular a taxa de mortalidade para cada grupo de idade fisiológica

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, criaram um exame de sangue capaz de determinar a expectativa de vida de uma pessoa com base na idade fisiológica do corpo. A ideia do estudo é quantificar a idade das pessoas através do funcionamento do organismo, diferente da forma mais comum, que é calcular pelos anos que se passaram desde o nascimento.

"Dois indivíduos podem ter 50 anos em termos cronológicos, mas um deles pode ter o mesmo risco de morrer de alguém de 55 anos, enquanto o outro tem o mesmo risco de morrer de alguém de 45 anos", explicam os pesquisadores Zuyun Liu, Pei-Lun Kuo, Steve Horvath, Eileen Crimmins, Luigi Ferrucci, Morgan Levine, no estudo publicado na revista científica Biorxiv.

Os investigadores contaram com a ajuda de nove biomarcadores, aptos a indicar o funcionamento normal ou patológico do organismo, podendo incluir a performance de órgãos, genes e proteínas no corpo humano.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para criar o teste, os cientistas observaram 42 aspectos de uma amostra de sangue, além do número de células brancas e do nível de glicose e albumina. O método foi realizado por 11.432 pessoas, acompanhadas durante 12 anos e meio, sendo que durante esse período, 871 morreram.

Durante a análise, foram realizados exames de sangue para verificar quando os participantes desenvolveriam alguma doença ou morreriam. Com isso, o estudo calculou a expectativa de vida e a taxa de mortalidade para cada grupo de idade fisiológica.

A coautora do estudo Morgan Levine, professora de Patologia da Universidade de Yale, disse à BBC News Brasil que os resultados obtidos foram mais precisos que o de outros testes desenvolvidos até agora que levam em conta idade cronológica ou apenas um marcador biológico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)