PUBLICIDADE

Ebola volta a ser considerado emergência internacional

OMS afirma que surto na República Democrática do Congo traz sérios riscos da doença se espalhar pelo mundo

O surto de ebola na República Democrática do Congo (RDC) foi considerado mais uma vez emergência de saúde pública internacional pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

A declaração ocorreu após o país ter confirmado casos de ebola na cidade de Goma, conhecida por ser um eixo para transportação ao leste.

Apesar do surto ter sido noticiado no ano passo, a OMS apenas anunciou emergência devido à grande população da cidade (mais de 2 milhões de habitantes) e por sua fronteira com Ruanda.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Isso porque um pastor foi diagnosticado com ebola em Goma após chegar de ônibus da cidade de Bumbo. Autoridades locais anunciaram que todos os demais passageiros já foram vacinados contra a doença.

Mais de 1.600 mortes já foram registradas desde agosto de 2018 no país - o segundo maior surto de ebola da história. O maior caso registrado ocorreu entre 2014 e 2016, com mais de 11 mil pessoas falecidas na África Ocidental.

Surto de ebola na RDC

Vírus ebola matou mais de 11.300 pessoas entre 2014 e 2016 na África Ocidental - Foto: Shutterstock
Vírus ebola matou mais de 11.300 pessoas entre 2014 e 2016 na África Ocidental - Foto: Shutterstock

Apesar do surto ter aparecido há cerca de um ano na República Democrática do Congo (RDC), representantes da OMS alegaram que não o consideraram uma emergência internacional antes por três motivos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Primeiro porque não havia uma alta chance de propagação da doença; segundo porque a medida não traria ações significativas de combate ao vírus; e também pelo medo da infestação, que poderia gerar fechamento de fronteiras.

Com a mudança de posicionamento, a OMS recomenda que autoridades do mundo todo trabalhem em conjunto com agências de viagens e companhias áreas para regras mais rígidas a deslocamentos internacionais.

Solicita também que países vizinhos à RDC ofereçam vacinas e mapeiem o fluxo de seus cidadãos. Além disso, pedem para que as fronteiras entre nações não sejam interrompidas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O que é ebola

O ebola é uma doença com taxa de mortalidade de até 90%, originada por um vírus de mesmo nome e que causa febre hemorrágica, com sangramentos em órgãos internos.

O vírus ebola é contraído por meio de contato direto com fluidos corporais de uma pessoa ou animal infectado (como chimpanzés, morcegos e antílopes). Os fluidos incluem: sangue, saliva, urina, fezes, vômito e sêmen. Por isso, o ebola é considerado uma DST (Doença Sexualmente Transmissível).

Sintomas

Inicialmente o ebola pode causar sintomas como:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Com a evolução da doença, demais sintomas podem surgir:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Prevenção e tratamento

Algumas ações podem auxiliar a prevenção do ebola.

Não há cura para o ebola. Contudo, os tratamentos disponíveis para amenizar os sintomas são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mais sobre outras DSTs

Veja como se prevenir de outras DSTs além do ebola

Fique de olho em sintomas que indicam DSTs e passam despercebidos

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Esclareça 10 dúvidas sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs)