Vacina e COVID-19: Serrana apresenta queda de 95% no número de mortes

Cidade também apresentou queda considerável no número de casos de COVID-19; entenda como a pandemia foi controlada na região

Localizada no interior de São Paulo, a cidade de Serrana, com 45 mil habitantes, apresentou uma queda de 95% no número de mortes por coronavírus após vacinação em massa.

O local foi escolhido para o projeto de imunização após uma análise científica revelar que havia um grande índice de contágio na região. Batizado de "projeto S", o estudo teve a duração de oito semanas; os moradores receberam doses da CoronaVac, vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

A cidade foi dividida em 25 áreas e os moradores foram separados em quatro grupos diferentes, sendo vacinados com uma semana de diferença entre cada um. Antes do projeto chegar ao fim, Serrana enfrentou um forte aumento no número de infectados com a COVID-19. Entretanto, o cenário apresentou mudança após dois dos quatros grupos serem imunizados com a segunda dose.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Enquanto os dados de março apontavam 699 casos na região, os números de abril caíram para 251. Essa queda também foi apresentada no número de mortes, que foi de 20 para 6 durante esse mesmo período.

Segundo os cientistas que trabalharam no projeto, depois que todos os grupos haviam recebido a primeira dose da vacina, o número de casos já havia apresentado queda. Entretanto, a pandemia começou a ser controlada após três grupos receberem a segunda dose, representando 75% da população.

Ainda de acordo com os pesquisadores, o número de casos sintomáticos obteve queda de 80%. Já os quadros em que pacientes precisaram de internação caíram para 86%.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Com isso, a cidade voltou a reabrir comércios e retomou as aulas presenciais. Porém, protocolos sanitários ainda são seguidos na região, como o uso de máscaras e distanciamento social.

Qual é a importância da vacinação?

A vacinação é uma estratégia de prevenção para doenças ou para minimizar os efeitos que uma patologia pode ter no organismo.

A aplicação de vacinas na população também é fundamental para o controle da transmissão e erradicação de doenças por infecção, como é o caso do sarampo, poliomielite, gripe, meningite, febre amarela, hepatite B entre outras patologias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"As vacinas são uma das poucas estratégias que mudam a história da humanidade. Você recebe um produto em uma ou outras doses e tem proteção contra uma doença que pode tirar a sua vida (como é o caso da meningite), comprometer muito a qualidade de vida, (como o herpes), ou mesmo o funcionamento da sociedade (caso da gripe). A poliomielite e o sarampo apresentam elevada gravidade para algumas pessoas e também podem ser prevenidos com vacinas", explica a alergista e imunologista Ana Paula Castro, do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Entenda mais sobre a importância da vacinação.