Valquíria perguntou:

Tudo bem eu tenho esse problema de ansiedade sofro muito com isso não sei q fazer mas não dormi fico noite toda acorda q eu faço?

  • Respondido em 04/06/2017
    Luciana Kotaka Psicologia - CRP 6502-1/PR
    Olá,

    A ansiedade promove uma sensação desagradável, inquietação, sensação de pressa, urgência. É algo que está presente no desenvolvimento normal do ser humano, nas mudanças e nas experiências novas e inéditas. Pode ser um distúrbio quando ocorre em momentos que não se justifica ou quando é tão intensa e/ou duradoura que acaba interferindo nas atividades normais do indivíduo.
    Desta forma afeta o sono, a alimentação, os relacionamentos, o trabalho entre outros, sendo importante que busque ajuda de um médico psiquiatra e um psicólogo clínico para poder melhorar esse quadro que está ocorrendo.
    A hipnose também auxilia muito na diminuição da ansiedade e do sono.

    Um abraço
    Luciana Kotaka

    PUBLICIDADE
  • Respondido em 04/06/2017
    Adriana de Araújo Psicologia - CRP 56802/SP
    especialista minha vida
    Olá,

    O melhor é investigar e entender o que está havendo para ter esse tipo de resposta emocional a situações da vida. A cura pode e deve acontecer.
    Existem muitas causas para alguém desenvolver respostas de ansiedade. Vou falar mais sobre o tema para que você possa escolher melhores ideias para se ajudar no processo de cura. Para poder acabar e tratar a ansiedade é importante não só entender o que é, mas como isso afeta sua vida diretamente, pois os sintomas podem variar de pessoa para pessoa. No geral, a ansiedade é a resposta a sentimentos e pensamentos que acompanham as pessoas ao longo da vida, ou seja, é algo normal, porém pode estar intensificado, causando mal estar e grande desconforto.
    Ansiedade dosada é boa, em excesso faz mal. Ou seja, a ansiedade em si, não é mesmo o problema, mas a intensificação dos sintomas, sim, impedindo a pessoa de viver de forma plena e segura. É natural sentirmos ansiedade em determinados momentos, por exemplo, numa experiência nova, como uma prova, um teste, ou algo que temos que expor uma ideia ou apresentação. Mas esse sentimento é negativo ou paralisante, algo está errado. A ansiedade pode causar muitos sintomas físicos ruins, além dos emocionais que afetam a qualidade das ideias, escolhas e ações.
    Muitas pessoas sentem-se ansiosa por não saberem lidar com o grau de exigência pessoal, por não conseguir organizar-se dentro do tempo necessário para as coisas e também pela preocupação excessiva com o futuro. Quem perde o foco no agora, pode ficar mais preocupado e ansioso. Pode parecer um pouco difícil tratar e se livrar de vez da ansiedade, mas com um pouco de disciplina, auto percepção, tratamento especializado, você poderá se curar e sentir-se bem melhor com isso tudo. Algumas pessoas, aprendem esse comportamento, por exemplo, com os pais, sem perceber que essa não é a melhor resposta a ser dada. Quando se está com medo, também há uma resposta de ansiedade. Assim, como a impaciência e nervosismo.
    O transtorno da ansiedade generalizada, é um distúrbio caracterizado por sintomas, como:
    - mente agitada;
    - preocupação excessiva com o futuro;
    - coração acelerado;
    - tremor nas mãos;
    - tremor nas pernas;
    - tremor no corpo;
    - expectativa negativa sobre algo;
    - angústia e apreensão;
    - dificuldade de controlar pensamentos acelerados;
    - cansaço excessivo;
    - dificuldade de concentração;
    - humor alterado;
    - irritação (falta de paciência) - que pode levar a brigas e desentendimentos;
    - agressividade;
    - rubor;
    - suor excessivo;
    - tensão muscular;
    - dificuldade de relaxar;
    - ações compulsivas e impensadas;
    - ganho ou perda de peso.
    O ideal é você entender quais pontos lhe causam maior preocupação. Como você lida com a ansiedade do seu dia a dia? Como você tem organizado suas ações para que possa combater a tensão?
    Para alívio e cura dos sintomas, sugiro técnicas de relaxamento corporal, respiração, atividade física, hipnose, meditação, psicoterapia e uma boa avaliação com um médico ou psicólogo que será capaz de indicar um tratamento qualificado para você. Uma dessas técnicas, como a hipnose, por exemplo, ou mais quando combinadas e indicadas por um profissional qualificado surtirá efeito na cura e bem estar. No meu site curadalma você encontra um áudio de hipnose para uso complementar de cura da ansiedade, é um material que pode ser adquirido para atura em parceria com o tratamento feito. Sua melhora virá e os benefícios serão rapidamente sentidos.
    Boa sorte! Sucesso naquilo que você busca e até breve!

    PUBLICIDADE
  • Respondido em 07/06/2017
    Dirk Belau Psicologia e Psicanálise - CRP 06/117170/SP
    Olá,

    parece que você está querendo resolver o seu problema de insônia sem mais se preocupar com a ansiedade. Infelizmente, tudo que você fizer para dormir pode ser insuficiente enquanto você não melhorar a sua ansiedade.

    Os transtornos mentais são assim: eles sempre são sistêmicos, ou seja, sempre expressam uma condição da personalidade inteira. Nunca são sintomas isolados como por exemplo uma tosse pode ser só tosse e nada mais.

    Isto não quer dizer que você não possa com sorte melhorar o seu sono de imediato, talvez com um calmante químico. Mas preste atenção aos efeitos indesejados. Se você é de idade, lembre que as quedas repetidas deveriam motivar uma mudança no tipo de calmante ou a abstenção total.

    O sono vai melhorar também se você aprender meditar. Meditar significa banir da cabeça quaisquer pensamentos inclusive os ruins, concentrar-se no nada ou na pura sensação do seu próprio corpo. A aprendizagem da meditação dá resultados só com paciência, mas compensa. A ansiedade é inimiga da paciência, evidentemente.

    Trabalhar a ansiedade, no entanto, requer uma mudança profunda da visão que você tem desta vida, para superar experiências negativas que você deve ter feito na sua infância. Em muitos casos, este trabalho inclui tomar decisões a respeito da vida presente. Quem vive em insegurança, seja ela econômica ou emocional, precisa procurar mudar esta situação. É pouco provável ela mudar sozinha. Se necessário e possível, procure ajuda a a través de conversações com uma pessoa da sua confiança que sabe escutar sem dar conselhos, ou melhor a través do trabalho com um profissional de psicoterapia humanista.

    PUBLICIDADE