PUBLICIDADE

Exame de fezes: como fazer, quantidade e para que serve

Seguir as instruções dadas pelos especialistas é essencial na hora da coleta

O exame de fezes é um dos testes mais comuns e eficientes para identificar uma série de doenças que podem prejudicar o nosso organismo. Com mais de 30 tipos diferentes, esse tipo de exame se divide em algumas etapas principais: coleta, análise e entrega de resultados.

Para que serve o exame de fezes

As fezes são compostas por água, restos alimentares não digeridos e fibras, além de bactérias naturais da nossa microbiota e sais biliares. Através da análise das fezes, é possível detectar se há alterações nessa composição, o que indica algumas complicações de saúde, como:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com Marjorie Mendes Marini e Souza, professora de Parasitologia e Biologia Celular do Centro Universitário São Camilo, cada tipo de exame irá buscar por alterações nas fezes que, quando detectadas, indicam a ocorrência de infecções por bactérias ou parasitas, além de algumas doenças intestinais, como colite.

Quando é indicado

Há diversas situações que podem levar um médico a solicitar o exame de fezes. Ligia Brito, clínico-geral do Hospital Edmundo Vasconcelos, explica que o teste é indicado, por exemplo, para pacientes que apresentam dor abdominal, dificuldade para evacuar e também como um exame de rotina.

Como fazer o exame de fezes

Esse tipo de exame se divide em diferentes etapas antes de ser feita a entrega no laboratório. Alguns cuidados devem ser tomados para garantir que a coleta seja feita corretamente, sem que haja interferências externas que possam prejudicar o resultado do teste.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Preparação

Antes de realizar a evacuação para o exame, há apenas restrições leves em relação a medicamentos e alimentos. Ligia explica que deve ser evitado o uso de laxantes antes da coleta, já que isso pode causar alteração nas fezes.

"Caso seja um procedimento com o intuito de analisar sangue oculto, sugerimos não consumir beterraba em até três dias antes, pois o alimento sai nas fezes, podendo ocasionar uma confusão", conta a médica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Medicamentos de uso contínuo podem ser tomados normalmente, exigindo apenas que o paciente informe ao laboratório o nome dos remédios utilizados no período do exame.

Marjorie Mendes explica que, durante o período menstrual, se possível, é melhor evitar que a coleta seja realizada, para que não haja o risco de contaminação das fezes com sangue menstrual, o que poderia levar a alterações no resultado. Caso seja necessário realizar a coleta durante a menstruação, deve-se utilizar um absorvente interno (tampão vaginal) antes da evacuação.

Como coletar as fezes

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Durante a evacuação, é importante que o paciente escolha um local limpo e seco, evitando a parte com água do vaso sanitário. Especialistas recomendam que, na hora de evacuar, seja feito o uso de uma superfície, como um bidê, ou que o chão seja forrado com algum material, como plástico ou papel.

Após essa etapa, deve-se utilizar a colher dada junto com o pote para a realização do exame e coletar a parte superficial das fezes, evitando o material que está em contato com o chão. Caso o exame peça por amostras feitas em dias diferentes, é preciso repetir novamente o processo de coleta.

Como armazenar as fezes

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com a professora Marjorie Mendes, as condições de armazenamento variam de acordo com o exame realizado. Em exames como o parasitológico de fezes, são fornecidos frascos com líquido conservante, podendo permanecer em temperatura ambiente por até 30 dias. Outros exames requerem que as amostras fiquem em refrigeração e sejam entregues até 6 horas após a coleta.

Qual a quantidade correta de fezes para o exame?

É comum que haja dúvidas em relação a quantidade ideal na hora da coleta. Porém, é importante ressaltar que nem sempre o pote deve ser totalmente preenchido. Cada laboratório irá informar a quantia correta para o tipo de exame solicitado, normalmente indicando até duas colheres de sopa.

"Em exames que apenas parte da evacuação será fornecida, sempre que houver muco, pus, sangue ou vermes visíveis nas fezes, essa porção deve ser coletada para que seja analisada", acrescenta Marjorie.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tipos de exame de fezes

Cada teste possui um objetivo diferente, sendo solicitado pelo médico através da análise do quadro de cada paciente. Ligia Brito explica alguns dos tipos mais comuns de exame de fezes:

Resultado do exame de fezes

No geral, o resultado de grande parte dos exames de fezes fica pronto em até 2 dias úteis após a entrega do material. Caso a análise necessite de um período mais longo, os resultados podem ficar prontos em cerca de 5 dias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Valor do exame de fezes

O custo para a realização do exame varia de acordo com o tipo solicitado, assim como o laboratório escolhido. Normalmente, o valor fica entre R$ 6,00 e R$ 13,00. O exame também está disponível gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Fontes

Ligia Brito, médica infectologista e clínico-geral do Hospital Edmundo Vasconcelos, CRM 98099

Marjorie Mendes Marini e Souza, professora de Parasitologia e Biologia Celular do Centro Universitário São Camilo, com pós-doutorado no departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da UNIFESP

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)