PUBLICIDADE

Adote sete hábitos para se proteger de micoses

Especialistas recomendam controlar o suor e enxugar-se bem após o banho

Lesões de pele causadas por fungos, as micoses não geram desconforto somente pela coceira. Os machucados ou descamações causam constrangimento sempre que ficam à mostra, quando os pés estão descalços ou é necessário usar trajes de banho. De acordo com a dermatologista Vitória Regina, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, é fundamental tratar o problema para evitar a transmissão para outras pessoas ou a disseminação pelo resto do corpo. Confira a seguir alguns hábitos que reduzem o risco de desenvolver micose.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Enxugue-se bem

Mulher secando o cabelo com a toalha - Foto Getty Images
Mulher secando o cabelo com a toalha - Foto Getty Images

"O fungo precisa de três coisas para proliferar: calor, pele e umidade", aponta o dermatologista Valcinir Bedin, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico-Cirúrgica. Assim, por estarmos na época mais quente do ano já preenchemos dois dos três requisitos. O especialista recomenda, portanto, enxugar-se bem após o banho. "Dê atenção especial aos dedos dos pés e as dobrinhas do corpo, como a virilha", alerta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Evite roupas apertadas e sintéticas

Mulher com roupa apertada - Foto Getty Images
Mulher com roupa apertada - Foto Getty Images

O tecido sintético esquenta e não absorve o suor do corpo, criando um ambiente quente e úmido, favorável à proliferação de fungos. Já roupas apertadas podem machucar as dobras do corpo e o desgaste da pele serve de alimento aos fungos, contribuindo com a sua multiplicação. "Use roupas leves e confortáveis", sugere o dermatologista Valcinir.

Controle o suor

Homem suando - Foto Getty Images
Homem suando - Foto Getty Images

"O suor excessivo favorece a recidiva de alguns tipos de fungos e deve ser controlado", aponta a dermatologista Vitória. Assim, use roupas de algodão, que absorvem o suor, aposte em antitranspirantes e tome quantos banhos achar necessários diariamente. Mas evite banhos muito quentes que podem ressecar a pele. Se, mesmo assim, o suor atrapalhar, procure um dermatologista para entender a causa do problema.

Evite andar descalço em lugares públicos

Pés descalços - Foto Getty Images
Pés descalços - Foto Getty Images

A umidade dos pés favorece o desenvolvimento de algumas micoses e alguns fungos são transmitidos de uma pessoa para a outra. Por isso, evite andar descalço em lugares públicos, recomenda a dermatologista Vitória. Lembre-se, entretanto, de permitir que seus pés respirem e use chinelos ou sandálias que não sejam de plástico, pois este material favorece a transpiração.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Não compartilhe peças de vestuário

Toalhas - Foto Getty Images
Toalhas - Foto Getty Images

"Como alguns tipos de fungos podem ser transmitidos, recomenda-se evitar o compartilhamento de qualquer vestuário", alerta a dermatologista Vitória. Adquira seu próprio chinelo, roupão e até chapéu.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Evite ficar de roupas molhadas

Homem nadando - Foto Getty Images
Homem nadando - Foto Getty Images

Ao sair do mar ou piscina, procure secar ou trocar a roupa de banho. "Como ela demora para secar, cria um ambiente aquecido e úmido em contato com nossa pele", explica o dermatologista Valcinir.

Não compartilhe seu kit de unhas

Mulher lixando as unhas - Foto Getty Images
Mulher lixando as unhas - Foto Getty Images

Assim como as roupas, alicates e cortadores de unhas também podem transmitir fungos causadores da micose. "Cada pessoa deve ter seu kit individual de unhas", alerta o dermatologista Valcinir. Segundo ele, por serem objetos cortantes e que, portanto, podem conter sangue, eles mantém os fungos ativos por mais tempo podendo ocorrer a transmissão até mesmo bastante tempo depois que o portador da doença tiver usado.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)