publicidade

Sete passos para deixar os seios mais bonitos sem precisar de silicone

Protetor solar e sutiã adequado são recomendações de especialistas

Por Carolina Serpejante - publicado em 17/01/2013


O efeito da gravidade, a genética, a exposição ao sol ou mesmo a idade são alguns dos fatores que podem interferir diretamente na estética dos seios. No entanto, é possível mantê-los firmes e bonitos mesmo com todos esses fatores pesando contra - basta adotar alguns cuidados simples e diários. Conversamos com especialistas que nos deram uma lista de hábitos que ajudam a evitar estrias, rugas e flacidez na área do colo: 

de 7

mulher passando protetor solar no peito - Foto: Getty Images

Use protetor solar

"A radiação ultravioleta acelera o processo de degeneração das fibras colágenas da pele, podendo deixar os seios flácidos", alerta a dermatologista Juliana Andrade, de São Paulo. Além disso, a exposição ao sol sem protetor solar pode favorecer o aparecimento de manchas e rugas na região. "O ideal é evitar exposições muito longas e em horário de sol forte (das 10h às 16h), além de passar protetor solar diariamente nas partes expostas do corpo, incluindo o colo", completa a dermatologista Marcia Linhares, do Rio de Janeiro. O protetor solar para o colo pode ser o mesmo usado no rosto. 

mulher passando hidratante nos seios - Foto Getty Images

Mantenha a área hidratada

De acordo com as especialistas, a pele dos seios é naturalmente mais fina, e como tal deve receber os cuidados com cremes ou óleos hidratantes. "Procure na fórmula ingredientes hidratantes como ureia, vitamina E, ácido glicólico e ácido retinoico, todos componentes que ajudam na prevenção de estrias e protegem contra os danos do fotoenvelhecimento", diz o dermatologista Murilo Drummond, do Instituto de Pós-graduação Médica Carlos Chagas. Para as mulheres que tem a pele mais ressecada o ideal é optar pelos óleos, que protegem contra a perda de água, ou então produtos específicos para a área dos seios, que podem ser manipulados em laboratório com indicação de um especialista. Aplique o hidratante em movimento circulares, fazendo uma massagem - isso ajudará a manter sua forma e evitar a flacidez.  

sutiãs no varal - Foto: Getty Images

Escolha o sutiã adequado

Para escolher o sutiã adequado ao seu tipo de corpo e tamanho dos seios, é preciso ter em mente duas palavras: sustentação e conforto. Observe os tamanhos e certifique-se de que ele se encaixa tanto nos seios quanto nas costas - algumas marcas possuem, inclusive, tamanhos diferentes para as duas áreas, facilitando a compra para mulheres que tem costas largas e seios pequenos ou vice-versa. "Fique atenta aos aros metálicos de sustentação ou evite usá-los, pois eles podem romper a costura da peça e machucar a pele", diz a dermatologista Marcia. Dê preferência a modelos que possuem a faixa no tórax mais reforçada, pois é ela quem dá sustentação. "Procure evitar fechos, enfeites e bordados que traumatizem a pele", completa o dermatologista Murilo. 

mulher pisando em uma balança - Foto: Getty Images

Controle seu peso

Perder muito peso ou emagrecer e engordar a toda hora - o famoso "efeito sanfona" - pode prejudicar a elasticidade da pele. "Com isso, a pele não retrai mais e fica fina, frouxa e distendida, levando à flacidez", esclarece o cirurgião plástico Romeu Frisina Filho, de São Paulo. Além disso, o estiramento muito rápido da pele, resultado do ganho de peso, pode causar as temidas estrias. "Em alguns casos, as estrias podem surgir na adolescência, quando os seios começam a crescer, podendo ser evitadas no período ou então amenizadas com tratamentos estéticos", completa. 

mulher dormindo - Foto: Getty Images

Repense sua posição para dormir

Na hora de dormir, usar ou não sutiã é opcional, já que os seios não sofrem tanto com a ação da gravidade. No entanto, mulheres que dormem de lado estão mais sujeitas a terem rugas na região do colo, entre os seios. Segundo a dermatologista Marcia, as linhas que marcam durante a noite tendem a sumir ao longo do dia - mas se o processo se repetir diariamente, pode favorecer a formação dos vincos. Para evitar esse problema, o ideal é dormir com a barriga para cima. Caso não seja possível por costume ou mesmo orientação médica, existem no mercado sutiãs com uma manta acolchoada entre os seios, feitos justamente para evitar rugas na região.  

mulher fazendo musculação - Foto: Getty Images

Pratique exercícios

O educador físico Ivaldo Larentis, de São Paulo, explica que não são exatamente os seios que enrijecem com a prática de exercícios, mas os músculos que ficam em volta deles. "Os seios são glândulas de gordura e não existe um jeito de firmar a gordura do corpo, mas é possível trabalhar a musculatura peitoral, mantendo a pele firme", diz. Ele recomenda séries de supino reto, supino inclinado e voador inclinado, bem como puxada dorsal e remada alta para melhorar a postura. Para todos os casos, peça ajuda do seu instrutor. "É importante se lembrar de usar tops bem justos ao praticar esportes, principalmente aeróbicos, evitando que o balanço dos seios favoreça a flacidez", diz Romeu Frisina. 

cigarro - Foto: Getty Images

Não fume

Uma pesquisa feita pela Universidade de Kentucky, nos EUA, afirma que existem substâncias do tabaco que quebram a proteína elastina, que é responsável por deixar a pele firme e saudável. "Tanto o tabagismo como o álcool são prejudiciais, pois alteram a circulação sanguínea e os níveis de oxigênio que chega aos tecidos, o que faz com que o metabolismo das glândulas e da pele da mama fique prejudicado", conta Romeu Frisina. Além disso, o tabaco favorece o aparecimento de rugas e manchas, podendo afetar a região.  

ver texto completo


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X